Jô tenta igualar Sócrates em duelo do Corinthians com a Chapecoense – 07/07/2021 – Esporte

0
13


Jô marcou três dos quatro gols que o Corinthians fez em suas últimas cinco partidas. Em evolução desde que se firmou como titular, foi o principal responsável por manter o time invicto nessa série, apesar de os corintianos terem vencido somente um confronto.

A boa fase também deixou o atacante a um gol de se igualar a Sócrates como o segundo maior artilheiro da equipe alvinegra no Campeonato Brasileiro. O atual camisa 77 fez 40 gols pelo clube no Nacional, e o lendário ídolo da Democracia Corinthiana marcou 41 vezes no torneio. O líder da lista é Marcelinho, com 52.

Nesta quinta (7), Jô será novamente titular contra a Chapecoense, às 21h, na Arena Condá. O Premiere vai exibir o duelo, válido pela décima rodada.

Clique aqui e simule os resultados do Campeonato Brasileiro

O Corinthians vem de três empates, contra Fluminense (1 a 1), São Paulo (0 a 0) e Internacional (1 a 1) e precisa voltar a vencer para sair da segunda metade da tabela. Somou, por enquanto, 11 pontos em nove partidas, com duas vitórias, cinco empates e duas vitórias.

Apesar da boa fase do camisa 77, tem pesado para a equipe corintiana a falta de um repertório mais vasto de jogadas ofensivas, principalmente pelo lado esquerdo, setor em que Mateus Vital tenta se reencontrar.

Por enquanto, o Corinthians tem forçado suas principais jogadas pela direita, sobretudo com as subidas de Gustavo Mosquito, que, apesar de ainda não ter feito nenhum gol no Nacional, é autor de duas assistências e também o jogador alvinegro que criou mais chances reais de gol, três, segundo dados do SofaScore.

Sylvinho sabe que precisa encontrar alternativas para fazer o time ser mais produtivo no ataque e passou os últimos dias ensaiando ​jogadas de bola parada ofensiva.

Além de apostar na estatura de Jô, 1,92 m, o treinador também conta com o zagueiro Gil, outro de 1,92 m, para criar uma arma forte nos cruzamentos na grande área.

A despeito das críticas que o Corinthians tem recebido, o zagueiro João Victor acredita que a equipe de Sylvinho tenha chance de brigar por posições melhores no Brasileiro. “A gente sabe o tanto que se dedica e trabalha. Vamos brigar lá em cima. Depois vocês vão ver onde vamos terminar o campeonato”, afirmou.

Depois do confronto com a Chapecoense, o time alvinegro terá um novo compromisso fora de casa, contra o Fortaleza, no domingo, dia 11.



Fonte: Máquina do Esporte