Garoto autista agredido por Cristiano Ronaldo recusa pedido de desculpas do craque

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Depois do incidente ocorrido na partida entre Manchester United e Everton, o atacante convidou o jovem a conhecer o Old Trafford, estádio dos ‘Diabos Vermelhos’

EFE/EPA/PETER POWELLCristiano Ronaldo lamentando gol perdido durante jogo do Manchester United

Agredido por Cristiano Ronaldo após a partida entre Manchester United e Everton, o jovem Jake Harding, de apenas 14 anos, não aceitou o pedido de desculpas do craque português. Depois do incidente, o atacante convidou o garoto autista para conhecer o Old Trafford, estádio dos “Diabos Vermelhos”. Ainda assim, a mãe do jovem, Sarah Kelly, preferiu declinar. “Só porque ele é o Cristiano Ronaldo? Por que faríamos isso? Agiu como se devêssemos um favor a ele, mas sinto muito, não devemos”, disse, em entrevista à Sky Sports. “Recusamos gentilmente a oferta de ir para o United porque Jake não quer ir para lá e não quer ver Ronaldo. Se ele fosse genuíno, acho que deveria ter se virado no momento do incidente, pegado o telefone de Jake e dito: ‘Me desculpe”, concluiu Sarah.

Depois da derrota do Manchester United para Everton, no último sábado, 9, em jogo disputado pelo Campeonato Inglês, Cristiano Ronaldo derrubou o celular do torcedor adversário no chão com um tapa. A polícia de Merseyside, condado localizado no noroeste da Inglaterra que engloba a cidade de Liverpool, anunciou que está investigando o ocorrido. “Há uma investigação em andamento e há policiais trabalhando com o Everton para analisar as imagens das câmeras e reunir todos as testemunhas para determinar se um crime foi cometido”, disse um porta-voz da polícia. A Federação Inglesa de Futebol afirmou em resposta ao site The Athletic, que também vai estudar este incidente, podendo punir o astro português.





Fonte: Jovem Pan