Game F1 2021 coloca jogador na pele de um piloto novato em busca de ascensão – 12/07/2021 – Esporte

0
15


Acompanhar a ascensão de um jovem piloto da F2, tomar decisões sobre a carreira dele e ajudá-lo a alcançar objetivos em sua primeira temporada na F1. Essa é a proposta do Ponto de Frenagem (Breaking Point, na versão original, em inglês), novo modo do game F1 2021, com lançamento previsto para o dia 16 de julho.

Desenvolvido pelo estúdio Codemasters e publicado pela primeira vez pela EA (Electronic Arts), famosa no Brasil pela série de futebol Fifa, o jogo incorporou algumas das características dos títulos da empresa que produz games nos EUA e no Canadá.

O novo modo adicionado à franquia F1 lembra o The Journey (A Jornada), apresentado nos Fifas 17, 18 e 19, desenvolvidos pela EA, em que os usuários acompanhavam a trajetória de um jogador de futebol, das categorias de base à carreira como profissional.

Em F1 2021 os jogadores interpretam o papel de Aiden Jackson, piloto que precisa vencer a última etapa da F2 para conquistar o acesso à principal categoria do automobilismo.

Assim que o objetivo é alcançado, surge a primeira decisão sobre o futuro dele: qual equipe escolher para correr na F1. São quatro opções, Alfa Romeo, Alpha Tauri, Williams e Haas. É uma escolha que terá pequenas mudanças no caminho de Jackson.

Em cada corrida, o piloto receberá algumas metas de sua equipe, como a posição que ele precisa terminar a corrida, quantos carros deve ultrapassar, além de uma disputa interna com seu companheiro de time.

Os usuários também precisam tomar decisões sobre o comportamento dele nas coletivas de imprensa e a forma como ele vai se relacionar com os chefes de sua escuderia nos bastidores.

Ao longo da jornada, o comportamento de Jackson é formado por essas decisões, principalmente na hora de definir as frases que ele usuará em cada situação específica, como reuniões e entrevistas. Conversas com a família e amigos também são definidas pelos jogadores.

De modo geral, mesmo com as ações dos usuários, Aiden Jackson é um personagem acabado. Ele já tem suas aspirações, suas histórias e o que o usuário ajuda é a moldar a personalidade dele.

O aspecto mais interessante do Ponto de Frenagem são os objetivos, que têm boa variação de uma etapa para outra.

Além disso, o modo apresenta cutscenes (sequência de cenas) que ajudam a contextualizar a história de Jackson e suas metas em cada corrida. Assim, o usuário não precisa necessariamente disputar as etapas com o número de voltas semelhantes às da vida real, mas ainda tem a sensação de evolução da jornada.

Durante cada corrida, é possível escolher três níveis de dificuldades (normal, desafiador e difícil). E cada um deles terá recursos diferentes, como, por exemplo, o auxílio de tração, de frenagem e troca de marchas automáticas ou manuais.

Ao mesclar uma narrativa, com objetivos claros em cada corrida, além de etapas com a possibilidade de disputar um fim de semana completo (treinos, classificação e corrida) ou ir direto para as corridas, o novo modo serve como um boa apresentação da franquia para novos usuários.

O simulador de corridas, que conta com as equipes, pilotos e circuitos do Mundial de F1, traz de volta também o modo Carreira, com uma expansão que permite aos jogadores começarem suas jornadas em qualquer etapa da temporada real que já tenha acontecido e assumir a classificação de um piloto a partir daquele momento.

Outro modo de destaque é o MyTeam, no qual os jogadores poderão criar suas próprias equipes, a 11ª do grid. Eles terão como objetivo construir a reputação da escuderia para atrair os melhores pilotos.

Na versão deluxe do game F1, a mais cara, alguns pilotos clássicos da categoria estarão disponíveis para contratação. Os brasileiros Ayrton Senna e Felipe Massa, o alemão Michael Schumacher o francês Alain Prost e o britânico David Coulthard estão entre as lendas incorporadas ao jogo.

O F1 2021 será lançado em 16 de julho para as plataformas PS4, PS5, Xbox Series X/S, Xbox One e PC. A versão comum do jogo custa R$ 299. Já a versão deluxe, que permite acesso antecipado de três dias e a possibilidade de contratar pilotos clássicos, sai por R$ 369.



Fonte: Máquina do Esporte