Follmann explica rescisão com a Chapeconse e afirma: ‘A história nunca se apagará’

0
19


Sobrevivente da tragédia de avião da LaMia, que culminou com a morte da maior parte da delegação da agremiação catarinense, o ex-goleiro vinha sendo embaixador da equipe

Reprodução/TV ChapeJackson Follmann é sobrevivente da tragédia da Chapecoense

Jackson Follmann usou as redes sociais na manhã desta sexta-feira, 19, para explicar a decisão de rescindir com a Chapecoense e se despedir do clube. Sobrevivente da tragédia de avião da LaMia, que culminou com a morte da maior parte da delegação da agremiação catarinense, o ex-goleiro vinha sendo embaixador da equipe. Agora, Follman, que perdeu uma perna no acidente, irá focar na carreira de cantor e continuará dando palestras motivacionais.

“No dia 16 de março eu assinei a rescisão de contrato com a Chapecoense. Contrato que tinha prazo até o dia 23 de fevereiro, onde ambas as partes optaram pela não renovação. Eu confesso para vocês que está sendo muito difícil para mim, pois é um vínculo muito forte que eu tenho com a instituição, mas, independente do que for acontecer daqui para frente, a história nunca se apagará”, escreveu. “Hoje não sou mais funcionário do clube, mas o meu carinho, respeito e admiração ao clube e torcida serão eternos. Eu tenho um carinho e paixão por Chapecó também, pois foi aqui que eu me casei, foi aqui que o meu filho nasceu e foi aqui que criei laços de amizade, que é o mais importante pra mim nesse momento”, disse o ex-goleiro.





Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui