Fluminense domina, goleia o Flamengo, e conquista o Campeonato Carioca

Tricolor das Laranjeiras faz 4 a 1, vira no agregado e conquista seu 33º título estadual, o segundo consecutivo contra o maior rival

ALEXANDRE BRUM/ENQUADRAR/ESTADÃO CONTEÚDOMarcelo vibra depois de marcar seu primeiro gol com a camisa do Fluminense
Marcelo vibra depois de marcar seu primeiro gol com a camisa do Fluminense

Foi um massacre. O Fluminense não tomou conhecimento do Flamengo e venceu o rival por 4 a 1 na final do Campeonato Carioca neste domingo, 9, no Maracanã, e ficou com o bicampeonato. Os gols foram marcados por Cano (2), Marcelo e Alexsander marcaram para os campeões. Ayrton Lucas fez o gol de honra para o Flamengo. Foi o 33º do Tricolor das Laranjeiras, diminuindo a vantagem para o Rubro-Negro, que tem 35. Com o chocolate neste domingo de Páscoa, o Flamengo perdeu mais uma oportunidade de  conquistar um título neste início de temporada. Anteriormente, o Rubro-Negro perdeu a Supercopa do Brasil, o Mundial de Clubes, onde foi eliminado na semifinal e ficou apenas com o terceiro lugar, a Recopa Sul-Americana, além da Taça Guanabara, quando perdeu para o próprio Fluminense. O revés revoltou os torcedores, que não esconderam a insatisfação e criticaram o elenco e, principalmente, o técnico Vítor Pereira. O Tricolor das Laranjeiras não contou com Fernando Diniz, expulso na derrota de 2 a 0 no primeiro confronto. Ainda sim, o time se saiu bem, e cumpriu o que havia sido feito nas partidas anteriores. Com um futebol envolvente, a equipe conseguiu reverter o placar e levar a taça pela segunda vez consecutiva contra o maior rival. Para dar um toque especial na conquista, Marcelo marcou um golaço, o primeiro com a camisa do seu time de coração.

O Fluminense tomou conta do primeiro tempo. Em desvantagem no agregado, a equipe de Fernando Diniz foi pra cima do Flamengo e precisou somente de meia hora para acabar com a vantagem do rival. Marcelo abriu o placar aos 26 minutos, em um chute lindo de fora da área e agitou as arquibancadas do Maracanã. Foi o primeiro gol dele com a camisa Tricolor. Cinco minutos depois, Cano recebeu de Ganso, tirou de Santos, e marcou o segundo. O goleiro flamenguista ainda fez uma grande defesa na sequência e evitou o terceiro gol do rival. Nos minutos finais da primeira etapa, o Flamengo ficou mais com a posse, mas sem levar perigo.

Na volta do intervalo, Vítor Pereira sacou Gabigol e colocou Everton Ribeiro. Também tirou Léo Pereira e colocou Matheus França. O Rubro-Negro até melhorou na partida e quase marcou com Cebolinha, de cabeça, obrigando Fábio a fazer uma grande defesa. Mas na sequência, o VAR viu um pênalti de Fabrício Bruno, após cobrança de escanteio para o Flu, confirmado pela arbitragem. Cano cobrou, Santos defendeu, mas o argentino aproveitou o rebote e anotou o terceiro. O placar dava o título ao Fluminense. O Flamengo ainda assustou com Matheus França, mas parou novamente em Fábio. Até que Alexsander aproveita o rebote de Santos e marca o quarto no Maracanã, complicado ainda mais a vida Rubro-Negra. Abatido, o Flamengo foi ao ataque, mas de maneira desorganizada pouco assustava. Os jogadores do Fluminense seguiram ajudando na marcação, como ofensivamente e dificultava as investidas do adversário. No fim da partida, o Tricolor segurou a onda, com direito a gritos de olé, e garantiu o título. Ayrton Lucas ainda diminuiu no fim da partida, mas não conseguiu mudar o cenário do jogo.

 



Fonte: Jovem Pan