‘Fizemos uma atuação de Corinthians, lutando até o final’, diz Tiago Nunes

0
16


O treinador do Corinthians, Tiago Nunes, valorizou o desempenho dos jogadores neste sábado, após a derrota nos pênaltis para o Palmeiras, que deu o título do Campeonato Paulista para o rival no Allianz Parque. O técnico ficou satisfeito com o empenho do elenco ao longo dos 90 minutos, em que buscou o empate em 1 a 1 nos acréscimos, em cobrança de pênalti convertida por Jô.

“Os jogadores fizeram um grande trabalho e estamos invictos ainda. Perdemos hoje o título, mas não perdemos o jogo. Fizemos uma atuação de Corinthians, lutando e acreditando até o final, tentando superar nossos limites, como o torcedor gota sempre de ressaltar”, comentou o treinador.

Tiago também elogiou a crescente do time na retomada do Paulistão, após a paralisação causada pela pandemia. “Fizemos seis jogos após a parada. Não foram fáceis porque foram seis em 16 dias, uma conta muito difícil. Todos jogos decisivos. Quero parabenizar a todos que trouxeram o Corinthians até esta final, e mais uma vez o trabalho segue em busca da melhora constante.”

O treinador evitou comentar as cobranças de pênaltis. Michel Macedo e Cantillo desperdiçaram suas finalizações, parando no goleiro Weverton – o Palmeiras levou a melhor por 4 a 3. “O critério de escolha foi o treinamento. Os atletas que tiveram aproveitamento bom, pela capacidade de maturidade de bater naquele momento, porque é um momento muito emocional.”

“O pênalti em si não é o mais importante. O mais importante foi o que produzimos durante os jogos, durante este jogo. Finalizamos mais que o adversário, conseguimos criar mais chances e ficar mais tempo com a bola do que o adversário. Agora temos que buscar o aprimoramento constante para manter o Corinthians crescendo.”

Tiago Nunes fez uma avaliação geral positiva do Corinthians neste Paulistão, competição na qual estreou no comando da equipe O treinador chegou ao clube com a missão de mudar o estilo de jogo, então conhecido pela forte marcação, sob o comando de Fábio Carille.

“Partindo do princípio de que este é um ano de transformação, de muitas mudanças para o futebol do clube, principalmente no que tange o elenco e quanto à característica do jogo, entendemos que é natural a oscilação que tivemos no início da temporada. Tivemos algumas dificuldades de resultado, fizemos até jogos muitos bons, mas tivemos problemas nos resultados”, comentou.

Ele acredita que a interrupção do campeonato ajudou no crescimento do time, que chegou a correr risco de rebaixamento na fase classificatória. “Tivemos o problema da pandemia, continua tendo. Mas tivemos uma parada forçada de mais de três meses. Foi um tempo bom para refletir. Voltamos muito bem, com uma equipe mais consistente, não tão exposta. Mas uma equipe que entrega consistência e bons resultados.”

* Com Estadão Conteúdo



Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui