Fifa lamenta suspensão de Brasil x Argentina e analisa relatórios para tomar decisão 

0
10


‘Estas informações serão analisadas pelos órgão disciplinares competentes e uma decisão será tomada em seu devido tempo’, informou a entidade que rege o futebol mundial

EFE/Sebastiao MoreiraBrasil e Argentina foi interrompido por agentes da Anvisa e da Polícia Federal

A Fifa utilizou seu site oficial na manhã desta segunda-feira, 6, para lamentar a suspensão da partida entre Brasil e Argentina, na Neo Química Arena, válida pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2022. Em comunicado, a entidade confirmou que recebeu relatórios oficiais da partida para tomar uma decisão. Cancelada, a partida pode ser remarcada ou mesmo suspensa definitivamente. “Os primeiros relatórios oficiais da partida foram enviados à Fifa. Estas informações serão analisadas pelos órgão disciplinares competentes e uma decisão será tomada em seu devido tempo”, anunciou a entidade que rege o futebol mundial.

Na tarde do último domingo, fiscais da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) entraram em campo com alguns membros da Polícia Federal para retirar quatro jogadores da Argentina, que entraram no país de maneira irregular. De acordo com o órgão, Emiliano Martínez, Buendía, Lo Celso e Cristian Romero infringiram a Portaria Interministerial nº 655, de 2021, a qual estabelece que “viajantes estrangeiros que tenham passagem, nos últimos 14 dias, pelo Reino Unido, África do Sul, Irlanda do Norte e Índia, precisam cumprir quarentena de dez dias. O quarteto atua no futebol inglês e, portanto, não poderia estar no estádio localizado na capital paulista.

Após o árbitro decretar a suspensão da partida, a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) “lavou as mãos” e passou a responsabilidade para a Fifa. Como o caso específico e sem precedentes, a entidade mundial precisará levar vários fatores em consideração para avaliar o episódio. Caso a partida seja cancelada definitivamente, a Argentina pode perder pontos por ter entrado no Brasil com jogadores que descumpriram o protocolo sanitário – A Anvisa, inclusive, acusa o quarteto de prestar informações falsas na chegada ao Aeroporto de Guarulhos. De acordo com o jornal argentino “Clarín”, no entanto, o Brasil é quem pode ser punido, já que cabe ao mandante garantir toda a segurança do jogo.





Fonte: Jovem Pan