Fifa define distribuição das vagas para a Copa do Mundo Feminina de 2023

0
20


Veja quais detalhes do torneio que será realizado na Austrália e na Nova Zelândia foram revelados nesta quinta-feira, 24

RICHARD CALLIS/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOCristiane durante jogo da seleção brasileira na Copa do Mundo Feminina de 2019

A Fifa definiu nesta quinta-feira, 24, como será a distribuição das vagas para a disputa da Copa do Mundo Feminina, a ser realizada na Austrália e Nova Zelândia, em 2023. O torneio vai contar com 32 seleções, com 29 vagas diretas (incluindo o país-sede) e mais três por repescagem. As vagas diretas foram distribuídas da seguinte forma: 6 para Ásia, 4 para África, 4 para América do Norte e Central, 3 para América do Sul, 1 para Oceania, 11 para Europa.

A repescagem vai ser disputada por dez seleções, que serão divididas em três grupos, dois com três países e um com quatro. A líder de cada grupo estará garantida no Mundial. Times do mesmo continente não poderão ficar no mesmo grupo. As vagas serão preenchidas por duas equipes da África, duas da Ásia, duas da América do Norte e Central, duas da América do Sul, uma da Oceania e uma da Europa. Em 1991 e 1995, a Copa do Mundo teve 12 seleções participantes. O número aumentou para 16 nas edições de 1999, 2003, 2007 e 2011 Em 2015 e 2019, foram 24.

*Com informações do Estadão Conteúdo





Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui