Fernando Diniz convoca Endrick para seleção brasileira – 06/11/2023 – Esporte


Menos de 48 horas após a inédita conquista da Copa Libertadores pelo Fluminense, o técnico Fernando Diniz trocou de chapéu e, à frente interinamente da seleção brasileira, convocou nesta segunda-feira (6) os 24 jogadores para a próxima rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2026.

Com a ausência de nomes importantes como o atacante Neymar e o volante Casemiro, lesionados, Diniz chamou pela primeira vez para a seleção principal o jovem Endrick, de 17 anos, do Palmeiras.

Segundo o treinador, o atleta tem “potencial para ser um dos grandes talentos” do futebol brasileiro e mundial. “Ele vive o seu melhor momento, jogando contra as grandes equipes do Brasil e conseguindo se sobressair”, disse o técnico, acrescentando que a convocação do atacante aponta para o que pode ser o futuro da seleção brasileira.

Também entre as novidades no ataque, foram convocados João Pedro, do Brighton, da Inglaterra, jogador revelado nas categorias de base do Fluminense, além de Paulinho, do Atlético Mineiro, e de Pepê, do Porto, de Portugal. “Esses jogadores que convoquei vão ter, nesse momento, mais condição de entregar aquilo que estou esperando”, afirmou Diniz.

Sobre o atacante Richarlison, do Tottenham, que vinha sendo convocado, mas não está na lista atual, o técnico disse que o considera um “excelente jogador”, mas ponderou que ele não conseguiu entregar tudo o que pode nos últimos jogos das Eliminatórias pela seleção.

Diniz também convocou dois jogadores campeões da Libertadores pelo Fluminense: o zagueiro Nino e o volante André.

Ele disse ainda que a ausência de Neymar, do Al Hilal, que se lesionou na partida das Eliminatórias contra o Uruguai e deve voltar apenas em meados de 2024, é um prejuízo para o futebol brasileiro e mundial. “Trata-se de um gênio do futebol, um dos grandes jogadores da história”, afirmou Diniz. “Ele tem que escrever as páginas mais bonitas da história dele, ainda. Não é esse lesão que apagou essa possibilidade”, acrescentou.

Em relação a ausência do meia Lucas Paquetá, do West Ham, da Inglaterra, o técnico da seleção disse que ele é, em sua avaliação, um dos melhores jogadores da geração atual, mas preferiu não convocar o jogador enquanto segue em curso a investigação da FA, a federação inglesa de futebol, por suposto envolvimento irregular do atleta em apostas esportivas.

Atual terceiro colocado na tabela de classificação, o Brasil enfrentará a Colômbia no dia 16 de novembro, às 21h (de Brasília), em Barranquilla. Na sequência, no dia 21, pegará a atual campeã mundial Argentina, do craque Lionel Messi, às 21h30, no Maracanã.

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) também anunciou nesta segunda-feira que a seleção brasileira fará um amisto contra a Inglaterra, no dia 23 de março de 2024, no estádio de Wembley, em Londres. O último confronto entre as duas seleções foi em 2017, em um empate sem gols.

Confira abaixo a convocação de Diniz para a próxima rodada das Eliminatórias.

GOLEIROS

Alisson (Liverpool)

Ederson (Manchester City)

Lucas Perri (Botafogo)

LATERAIS

Emerson Royal (Tottenham)

Carlos Augusto (Inter de Milão)

Renan Lodi (Olympique de Marselha)

ZAGUEIROS

Bremer (Juventus)

Gabriel Magalhães (Arsenal)

Marquinhos (PSG)

Nino (Fluminense)

MEIO-CAMPO

André (Fluminense)

Bruno Guimarães (Newcastle)

Douglas Luiz (Aston Villa)

Joelinton (Newcastle)

Raphael Veiga (Palmeiras)

Rodrygo (Real Madrid)

ATACANTES

Endrick (Palmeiras)

Gabriel Jesus (Arsenal)

Gabriel Martinelli (Arsenal)

João Pedro (Brighton)

Paulinho (Atlético-MG)

Pepê (Porto)

Raphinha (Barcelona)

Vinicius Junior (Real Madrid)



Folha de S.Paulo