Felipe Drugovich é oficializado como piloto reserva da Aston Martin e deve estrear na Fórmula 1 ainda em 2022

O brasileiro assinou contrato no último sábado, 10, no mesmo dia em que se sagrou campeão da Fórmula 2

Reprodução/Twitter/@AstonMartinF1Felipe Drugovich (esquerda) foi anunciado como piloto reservas da Aston Martin
Felipe Drugovich (esquerda) foi anunciado como piloto reservas da Aston Martin

A Aston Martin oficializou na manhã desta segunda-feira, 12, que Felipe Drugovich será um de seus pilotos reservas. Em comunicado, a equipe informou que o brasileiro assinou contrato no último sábado, 10, no mesmo dia em que se sagrou campeão da Fórmula 2, e que ele fará parte do “Programa de Desenvolvimento de Pilotos”. No texto, a escuderia britânica também disse que Drugovich deverá fazer a sua estreia na Fórmula 1 no Grande Prêmio de Abu Dhabi, substituindo Lance Stroll, em novembro – o paranaense também vai participar do teste de jovens pilotos do mesmo mês, no circuito de Yas Marina. “Tornar-se membro do Programa de Desenvolvimento de Pilotos AMF1 é uma oportunidade fantástica para mim – e só contribui para o que foi uma temporada de 2022 extremamente agradável e bem-sucedida. Vencer na Fórmula 2 tem sido considerado o melhor ponto de partida possível para uma carreira na Fórmula 1, e vejo meu papel na AMF1 como me dando todas as ferramentas para dar o próximo passo crucial. Para mim, 2023 será uma curva de aprendizado: estarei trabalhando com a equipe de F1, mas meu objetivo principal é aprender e me desenvolver como piloto. Espero que isso me dê a oportunidade de correr na Fórmula 1 no futuro”, comemorou Felipe Drugovic, em entrevista ao site oficial da Aston Martin.

Chefe da equipe britânica, Mike Krack exaltou o talento do brasileiro e comemorou o acerto. “Felipe mostrou incrível talento, determinação e consistência para vencer o Campeonato de Fórmula 2 da FIA deste ano – lembro-me particularmente de suas fantásticas vitórias de Sprint e Feature em Barcelona em maio, que foram extremamente impressionantes. Estamos muito satisfeitos por ele se juntar a nós como membro do nosso Programa de Desenvolvimento de Pilotos e esperamos recebê-lo como parte de nossa equipe em Abu Dhabi em novembro”, declarou o mandatário.



Fonte: Jovem Pan