Fãs de Maradona no Brasil relembram vida do ídolo argentino fora dos gramados

0
75


Apesar da rivalidade histórica com a Argentina, Don Diego também colecionava fãs brasileiros

DINO CALVO/MYPHOTO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Na porta do Museu do Futebol, em São Paulo, sob o olhar fixo do Rei, os súditos de Pelé lamentaram a partida de Don Diego, e relembraram a vida sofrida do gênio fora dos gramados. O empresário Délio Menezes lembrou que a história do argentino é a mesma de muitos craques que brilharam no Brasil. “A condição veio como em muitos aqui também, vários exemplos brasileiros que tiveram a mesma trajetória dele. Acho isso, cuidar da vida particular é um pouco diferente.”

No bar argentino, lar de muitos amantes do futebol, a euforia deu lugar a um misto de tristeza e saudade pela despedida de Diego Armando Maradona, que faleceu nesta quarta-feira, 25, após sofrer uma parada cardiorrespiratória em um casa em Tigre, região metropolitana de Buenos Aires. O dono do estabelecimento veio da terra de Maradona há 20 anos. Cristian Galarza vê o “Pibe” como um gênio de grandes feitos para além dos gramados.

“Um símbolo que representava para nós, rebeldia, de luta, de sacrifício pela bandeira Argentina”, comenta. Assim como ele, o empresário Marcelo Luiz Carlucci acompanhou a carreira do craque desde a infância e tinha Diego Maradona como uma referência no futebol. “A nova era de jogadores não vai aparecer mais um canhoto, um camisa 10, um meio de campo que seja como que nem ele. Tem que tirar o chapéu, o cara era um gênio. Sensacional”, afirma. Para Marcelo e outros tantos, resta agora a saudade.

*Com informações dos repórteres Camila Yunes e Vinícius Silva





Fonte: Jovem Pan