F1: brasileiro Sette Camara será piloto reserva da Red Bull em 2020

0
219


Um dia depois de deixar a McLaren, o piloto brasileiro Sergio Sette Câmara foi anunciado como piloto reserva das equipes Red Bull Racing (RBR) e Alpha Tauri para a temporada de 2020 da Fórmula 1. O competidor mineiro de 21 anos já está a caminho da Austrália, onde acontece a abertura da temporada no próximo fim de semana, mas a presença de Sette Câmara nos treinos livres ainda não está confirmada.

“Estou feliz por me juntar novamente à família Red Bull. Me sinto honrado por ter essa oportunidade de trabalhar com a RBR e a Alpha Tauri como piloto reserva e de testes. Me preparei muito e estou pronto para encarar os desafios cada vez maiores que minhas funções na F1 irão exigir”, escreveu o brasileiro em suas redes sociais. Ele já havia integrado a equipe entre 2015 e 2017.

Filho do presidente do Atlético Mineiro, que tem o mesmo nome, Sette Câmara subiu para a Fórmula 2 europeia em 2017 depois de passar pela Fórmula 3 Brasil e F3 Europeia. Na F2, foi sexto colocado geral em 2018, pela equipe Carlin, e quarto na temporada do ano passado, pela Dams.

Nas equipes da Red Bull, dividirá as funções de piloto reserva com o suíço Sebastien Buemi, que disputa há seis anos a Fórmula E, o campeonato de carros elétricos. Os titulares da RBR são Max Verstappen e Alexander Albon, e da Alpha Tauri são Daniil Kvyat e Pierre Gasly. Caso algum deles esteja impedido de correr por algum motivo, a vaga pode ficar com Sette Camara.

Continua após a publicidade

Desde a aposentadoria de Felipe Massa, em 2017, não há nenhum brasileiro no grid da Fórmula 1. Existe a possibilidade de Pietro Fittipaldi, neto de Emerson Fittipaldi, ser anunciado em breve como piloto reserva da Haas.



Fonte: Veja Esportes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui