Exclusivo: Weverton revela a frase que motiva o Palmeiras a tirar título do Flamengo

0
33


O goleiro abriu o jogo em entrevista exclusiva ao repórter Pedro Marques, do Grupo Jovem Pan

ReproduçãoO goleiro Weverton, do Palmeiras, concedeu entrevista exclusiva ao repórter Pedro Marques, do Grupo Jovem Pan

Apenas nove rodadas se passaram, é verdade, mas Flamengo e Palmeiras já surgem, novamente, como fortes candidatos ao título brasileiro. Atrás apenas do líder Internacional, o time rubro-negro é o segundo colocado da Série A, com 17 pontos, enquanto a equipe alviverde ocupa o quarto posto, com 16 pontos e um jogo a menos – o São Paulo é o terceiro melhor posicionado. Será que a briga pela taça ficará aberta até o fim ou será decidida com grande antecedência, como aconteceu no ano passado, com o poderoso Mengão de Jorge Jesus? Em entrevista exclusiva ao repórter Pedro Marques, do Grupo Jovem Pan, o goleiro Weverton, do Palmeiras, foi enfático ao dizer que ainda é muito cedo para apontar quem será campeão. No entanto, o arqueiro abriu o jogo e revelou que uma frase motiva os jogadores do Verdão a acreditar que o fim da história não será igual ao de 2019.

“O Palmeiras vai brigar, assim como Flamengo, Inter, Atlético-MG… Algumas equipes vão brigar pelo campeonato. A gente usa uma frase que é: ‘o que aconteceu no passado não é garantia de que vai acontecer no futuro’. Então, a todo jogo você tem que provar. É lógico que é importante manter um elenco, um treinador, uma estrutura para ter bons resultados, mas não tem garantia nenhuma de que as coisas vão acontecer de novo. A gente foi campeão em 2018 com 23 jogos sem perder, começamos o ano seguinte com mais oito vitórias e um empate nas nove primeiras rodadas, estávamos muito bem, mas as coisas não aconteceram bem. Então, nem a gente nem o Flamengo temos garantias”, afirmou.

“Você tem que trabalhar tudo de novo e mostrar a cada jogo que é capaz de se manter lá na frente, e essa é a corrida para todo mundo daqui até fevereiro. Às vezes, a gente vê as pessoas fazendo previsões, o que é normal, vocês estão aí para isso, mas fico imaginando que ninguém tem o poder de prever o futuro. O futebol é resolvido dentro de campo, são 11 contra 11, e cada jogo é uma história. Não dá para falar quem vai ser o campeão em fevereiro, até porque o campeonato começou agora. O Palmeiras é um dos que vai brigar, o Flamengo é um dos que vai brigar, o Inter é um dos que vai brigar… Mas ninguém sabe quem será campeão”, acrescentou.

O que Weverton tem certeza, no entanto, é da competência de Vanderlei Luxemburgo. Fã do treinador de 68 anos, o goleiro rasgou elogios ao comandante, com quem sempre quis trabalhar. “O Luxemburgo é um cara que conhece esse clube como poucos. Ele sabe administrar, gerir, fazer o futebol ali dentro. Não é à toa que ele chegou, e, depois de 12 anos, fomos campeões paulistas. Além de ser um excelente profissional, ele tem estrela, sabe fazer as coisas acontecerem. Vem fazendo um grande trabalho e vem fazendo o que, há muito tempo, ninguém fazia, que é utilizar a base. Ele chegou com personalidade e coragem porque são poucos treinadores que, em um time do tamanho do Palmeiras, colocam quatro, cinco garotos da base para jogar de uma vez só. Isso é muito difícil, e nós temos que ressaltar essa coragem dele porque os moleques têm ajudado a gente de uma forma sensacional, têm uma cabeça muito boa. A gente tem que engradecer o Luxemburgo, sim, porque ele merece”, afirmou.

“O que mais me chama a atenção nele é a questão dos detalhes. Ele é um cara muito detalhista, que se atenta a tudo. Ele é um cara que sabe gerir a equipe não só dentro de campo, como fora, também, o que é muito importante. Você tem, hoje, grandes jogadores que não vem atuando frequentemente, que estão no banco, e gerir essa galera, motivá-los, é sempre mais difícil, e ele faz isso muito bem. Ele faz, na minha opinião, um trabalho completo porque, às vezes, você tem um treinador que trabalha muito bem dentro de campo, mas não consegue fazer uma boa gestão de fora de campo… E ele consegue fazer isso muito bem. Eu o admiro e falo isso para ele sempre”, complementou.

Confira, abaixo, a entrevista exclusiva com Weverton:





Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui