Ex-técnico da seleção de ginástica dos EUA é encontrado morto após ser acusado de assédio sexual

0
19


John Geddert também enfrentava acusações de tráfico humano, extorsão e de mentir para um oficial de paz durante investigação contra o médico Larry Nassar, acusado de abusar de 120 atletas da ginástica norte-americana

ReproduçãoJohn Geddert estava a frente da equipe que venceu a medalha de ouro na Olimpíada de Londres, em 2012

John Geddert, de 63 anos, treinador da seleção de ginástica artística dos Estados Unidos na Olimpíada de Londres 2012, foi encontrado morto em sua casa nesta quinta-feira, 25, horas depois de ser acusado de abuso sexual e tráfico humano. Geddert teria uma conexão com o ex-médico da equipe dos EUA, Larry Nassar, que foi condenado por abuso sexual de mais de 120 atletas adolescentes. Segundo o site TMZ, Geddert teria se suicidado com um tiro. “Meu escritório foi notificado de que o corpo de John Geddert foi encontrado no final da tarde depois de suicidar-se. Este é um final trágico para uma história trágica para todos os envolvidos”, comentou a procuradora-geral de Michigan, Dana Nessel, em comunicado.

Segundo as autoridades de Michigan, que cuidam do caso, John é acusado de abuso de uma pessoa, entre 13 e 16 anos, em 2012. Os detalhes do caso não foram repassados para a imprensa. No total, Geddert enfrenta 20 acusações de tráfico humano, duas acusações de agressão sexual, uma acusação de extorsão e uma acusação de mentir a um oficial de paz durante um interrogatório sobre o caso Nassar. Ele e o médico trabalharam juntos na campanha do ouro olímpico de 2012 e na academia Twistars, que pertencia a Geddert e sua esposa.





Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui