Em menos de um ano, Palmeiras pode comemorar títulos contra os três rivais

0
14


Verdão faturou o Paulista de 2020 contra o Corinthians, em agosto, superou o Santos na final da Libertadores, em janeiro deste ano, e agora tenta derrotar o São Paulo; feito é inédito no futebol paulista

EFE/ Ricardo Moraes Elenco palmeirense comemora o título da Libertadores, conquistado em cima do Santos

O Palmeiras pode conseguir o feito inédito de comemorar três títulos contra os três principais rivais no período de um ano. Para isso, o time de Abel Ferreira terá que superar o São Paulo na decisão do Campeonato Paulista 2021. A primeira partida está marcada para esta quinta-feira, 20, a partir das 22 horas (de Brasília), no Allianz Parque. Já a segunda será realizada no próximo domingo, 23, às 16 horas (de Brasília), no Morumbi. O Tricolor leva a vantagem de mandar o segundo confronto em seu estádio por ter feito a melhor campanha ao longo da competição. Atual campeão paulista, o Alviverde voltou a conquistar um Estadual após 12 anos em final emocionante contra o Corinthians, em agosto do ano passado, postergada devido à paralisação da competição por causa da pandemia do novo coronavírus. No primeiro Dérbi, as equipes empataram em 0 a 0, na Neo Química Arena, casa do time alvinegro. Na volta, no Allianz, o Verdão vencia até o último minuto, quando o zagueiro Gustavo Gómez cometeu um pênalti, não desperdiçado pelo atacante . Na decisão por penalidades, o time liderado por Vanderlei Luxemburgo levou a melhor, faturando o troféu em bela batida de Patrick de Paula, herói do Palmeiras no campeonato.

Quase seis meses depois, o torcedor palmeirense voltou a festejar um título sobre um rival. Desta vez, nada menos do que uma Copa Libertadores da América. Já sob o comando do português Abel Ferreira, o Palestra fez excelente campanha no torneio continental, despachando o todo poderoso River Plate na semifinal e chegando à decisão para enfrentar o Santos, no mítico estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Em partida única, os times fizeram um confronto muito travado, com poucas chances, em que o placar de 0 a 0 persistia até os últimos minutos e a final se encaminhava para a prorrogação. Um lance inesperado, no entanto, mudou a trajetória do jogo. Já nos acréscimos, Rony recebeu na direita e levantou na medida para Breno Lopes, que cabeceou no contrapé do goleiro John e deu o bicampeonato sul-americano ao clube.

Agora, o Palmeiras sonha em faturar o bicampeonato paulista diante do São Paulo, time que vem embalado após bom começo de temporada no Estadual e na Libertadores. Caso consiga superar o Tricolor, o Verdão será o primeiro clube do Estado a ganhar campeonatos sobre os três rivais no período de um ano. Em 2013, o Corinthians chegou a bater o Santos, na final do Paulistão, e o São Paulo, na Recopa Sul-Americana, mas não encontrou o Alviverde em nenhuma decisão.





Fonte: Jovem Pan