Em jogo difícil, Santos mantém embalo e vence Botafogo

0
13


Depois de um gol rápido e um segundo tempo mais produtivo, o time chegou ao triunfo graças a um gol de Bruno Marques

FABRÍCIO COSTA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO – 17/01/2021 O Santos venceu o Botafogo por 2 a 1 neste domingo, na Vila Belmiro

O Santos venceu o Botafogo neste domingo, 17, somando mais uma vitória na Vila Belmiro. Foi mais difícil que o esperado, com sustos, mas o Santos manteve o embalo na temporada. Em dia de brilho de Soteldo e estrela do técnico Cuca, vitória apertada sobre o Botafogo, por 2 a 1, pelo Brasileirão. Depois de um gol rápido e um segundo tempo mais produtivo, o Santos chegou ao triunfo graças a um gol do grandalhão Bruno Marques quando o jogo estava difícil e os cariocas seguravam o empate. Soteldo foi o destaque santista com um gol e o passe preciso para Bruno Marques definir. Após cinco meses, Vladimir voltou bem e, apesar do gol sofrido de pênalti, trabalhou bem quando exigido. Com mais três pontos, o Santos está em oitavo lugar, com 45 pontos. E afundou o Botafogo na lanterna, com 23.

No embalo da classificação à decisão da Libertadores, após grande apresentação diante do Boca Juniors, mais uma vez o Santos iniciou pressionando. Se Marinho parou na trave aos três minutos diante dos argentinos, contra o Botafogo foi necessário o mesmo tempo para a rede balançar. Diego Pituca bateu estranho para o gol e Soteldo apareceu no meio do caminho para abrir o placar. Diego Loureiro, nada pôde fazer. O jovem goleiro carioca ficou sabendo que ia jogar apenas na concentração, após um mal-estar de Diego Cavalieri. O Santos também tinha novidade debaixo das traves. Com João Paulo suspenso e John Victor com a covid-19, Vladimir ganhou uma nova chance. E trabalhou bem, salvando o time de sofrer o empate logo após o gol. Com o calor intenso na Vila Belmiro, em um dos dias mais quentes em Santos dos últimos meses, o time de Cuca se acomodou com a vantagem mínima e recuou. Evitando desgaste, quase não chegou mais ao ataque e acabou castigado antes do intervalo.

Após um belo passe de Caio Alexandre, Matheus Babi foi derrubado na área por Laércio. Pênalti. Pedro Raul pegou a bola, ajeitou e igualou o marcador, nos acréscimos. Cuca cobrou mais atenção de seus atletas nos vestiários. E voltou com Jobson para melhorar o meio-campo. Mesmo assim, nada de o futebol melhorar. Até a parada técnica, sustos apenas nas jogadas de bola parada. Marinho carimbou o travessão e exigiu boa defesa em cobranças de faltas. O Botafogo lutava, mas pouco chegava. Quando conseguia passar do meio, esbarrava em Vladimir. Pedro Raul parou em boa defesa do goleiro santista. Ciente que o tropeço deixaria o time mais longe na luta por vaga na Libertadores via Brasileirão, Cuca optou pela mudança da tática não estava funcionando. Com Bruno Marques, apostou no jogo aéreo. Na primeira chance, o atacante grandalhão parou em milagre de Diego Loureiro. Na segunda, o cabeceio foi preciso. Terceiro gol do centroavante no Brasileirão. No fim, o Botafogo ainda empatou, porém Matheus Nascimento, de somente 16 anos, estava impedido. A vitória foi de quem mais buscou o gol. O Botafogo segue na lanterna e o Santos, em estado de graça.

*Com informações do Estadão Conteúdo





Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui