Edinho faz agradecimento após sepultamento de Pelé: ‘Agora ele vai descansar’

Filho do Rei do Futebol agradece as homenagens ao pai, sepultado nesta terça-feira, 3, no Memorial Necrópole Ecumênica, em Santos

Nelson Almeida/AFPO presidente da FIFA, Gianni Infantino (à direita), cumprimenta o filho da lenda do futebol brasileiro Pelé, Edinho (à esquerda), durante seu velório
Edinho cumprimenta o presidente da Fifa durante o velório do pai

Após o sepultamento de Pelé, Edinho, filho do ex-jogador, fez um agradecimento às homenagens prestadas ao Rei do Futebol. O corpo foi sepultado no Memorial Necrópole Ecumênica nesta terça-feira, 3, após um velório com duração de um dia na Vila Belmiro, estádio do Santos Futebol Clube. O cortejo até o cemitério durou cerca de três pelas ruas de Santos, no litoral paulista, em trajeto de 13 quilômetros. Um caminhão do Corpo de Bombeiros levou o caixão com o corpo do Rei até o cemitério. “Só queria aproveitar em nome da minha família agradecer a todo mundo, a todo amor, a todo carinho, a todo respeito. É agradecer, o sentimento maior de toda a família é gratidão, junto com a dor. Mas é gratidão, então muito obrigado a todos. É um momento difícil, todos sabem, mas é uma honra e um orgulho muito grande. Mais uma vez obrigado. Agora ele vai descansar”, disse Edinho, que atualmente é treinador do Londrina. Estimativa do Santos é que 230 mil pessoas foram ao velório do maior jogador de todos os tempos. A cerimônia reuniu autoridades de todo o mundo e ex-jogadores do Peixe. Pelé deu entrada no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, no dia 29 de novembro. O ex-jogador morreu aos 82 anos no dia 29 de dezembro. Segundo a certidão de óbito, Pelé morreu por insuficiência renal, insuficiência cardíaca, broncopneumonia e adenocarcinoma de cólon. Ele lutava contra um câncer no cólon, que evoluiu nos últimos dias de internação.



Fonte: Jovem Pan