Dono de 8 títulos em Wimbledon, Federer cai nas quartas do torneio de tênis – 07/07/2021 – Esporte

0
14


Roger Federer, 39, foi eliminado nesta quarta-feira (7) do torneio de tênis de Wimbledon. O tenista, oitavo colocado do ranking mundial, caiu nas quartas de final diante do polonês Hubert Hurkacz por 3 sets a 0, com direito a um pneu no último set (parciais de 6/3, 7/6 e 6/0).

O suíço tentava se tornar o tenista mais velho a chegar às semifinais na “grama sagrada” de Wimbledon. Pode ter sido a última vez que Federer jogou o torneio de Grand Slam em que mais se deu bem na carreira. Ao todo foram oito títulos do campeonato (2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2009, 2012 e 2017).

Essa tentativa foi encerrada diante de um rival de 24 anos, que disputa Wimbledon pela terceira vez na carreira. Sempre tão à vontade na quadra central, Federer sucumbiu diante do bom jogo do polonês, que foi beneficiado por dez erros não forçados do suíço.

Federer conseguiu competir de fato apenas no segundo set, quando a torcida tentou animar o tenista. Mas o queridinho do público inglês cometeu dois erros consecutivos, dando a oportunidade para o adversário virar.

Com a pressão de estar perdendo por 2 sets a 0, Federer simplesmente não conseguiu jogar no terceiro set e não confirmou nenhum saque, cedendo o jogo e a classificação por 6 games a 0.

Hurkacz agora enfrenta o vencedor do confronto entre o italiano Matteo Berrettini, número nove do mundo, e o canadense Félix Auger-Aliassime, 19º do ranking.

Eliminado de Wimbledon, o próximo torneio de Federer pode ser na Olimpíada de Tóquio. Há uma semana, a Federação Internacional de Tênis divulgou os tenistas que irão disputar a chave de simples, e o suíço está incluído na lista. Ele, porém, ainda não garantiu se irá participar. Em entrevista recente, o suíço disse que adoraria jogar no evento, mas que ainda aguarda como a situação irá evoluir até o início dos Jogos.

O ouro olímpico no torneio de simples é um dos poucos títulos que Federer não ostenta no currículo. Ele foi ouro em duplas nos Jogos de Pequim-2008 quando jogou ao lado de Stanislas Wawrinka. No individual, seu melhor resultado foi a medalha de prata em Londres-2012. Na ocasião, perdeu a final para o britânico Andy Murray.

Já o sérvio Novak Djokovic, número 1 do mundo, atingiu a 100ª vitória na grama nesta quarta-feira (7) diante do húngaro Marton Fucsovics (parciais de 6/3, 6/4 e 6/4). Djokovic irá jogar a semifinal de Wimbledon pela décima vez na carreira, nesta quinta-feira (8), contra o canadense Denis Shapovalov. Aos 34 anos, ele está a duas vitórias de conquistar seu 20º título de Grand Slam, o que o igualaria a Roger Federer e Rafael Nadal.



Fonte: Máquina do Esporte