Cristiano Ronaldo repete roteiro da Juventus ao forçar saída do United | Placar

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Cristiano Ronaldo não se apresentou ao Manchester United para o início da pré-temporada, nesta segunda-feira, 4. De acordo com a imprensa inglesa, a ausência foi causada por problemas familiares. No entanto, informações dão conta que o atacante pediu para deixar o clube e o roteiro no clube inglês repete o de quando o português deixou a Juventus, no início da última temporada.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

Ídolo no United, Cristiano não enxerga que o time tenha condições de brigar por títulos na temporada. Além disso, aos 37 anos, vem de 19 temporadas consecutivas de Liga dos Campeões, mas quebrará a sequência caso fique em Manchester.

Ronaldo, no entanto, fez parte da temporada ruim dos Red Devils, que não classificou o time à competição europeia. Da mesma forma, o português esteve na Juventus, em 2020/21, quando o time de Turim viu a Inter de Milão conquistar o Campeonato Italiano e encerrar uma sequência de nove títulos consecutivos.

Pelo alvinegro italiano, foram três temporadas completas, em que marcou 101 gols em 134 partidas. Cristiano, no entanto, falhou ao extrapolar as fronteiras nacionais e não conseguiu conquistar a Europa. O fracasso na Champions, inclusive, virou rotina para o português, desde que deixou o Real Madrid, em 2018.

Continua após a publicidade

A decisão de deixar a Juve veio após uma temporada sem a liga nacional e “apenas” a Copa da Itália. Desse modo, no ano passado, Ronaldo voltou ao time bretão em que é ídolo, com a expectativa de reerguer o Red Devils ao protagonismo na Inglaterra.

No entanto, a necessidade de encaixar Cristiano, atacante que pior pressiona defesas, segundo levantamento do The Athletic, fez com que o gigante inglês não encontrasse equilíbrio. Por Ronaldo ser autor de 24 gols em 38 jogos na temporada, a média seguiu alta, mas o sucesso coletivo não existiu.

Ronaldo: gols e confusões na segunda passagem pelo United – Lindsay Parnaby/AFP

Apesar de um elenco repleto de grandes nomes, como Bruno Fernandes e Jadon Sancho, o United terminou sem troféus e, de quebra, ficou de fora da Champions, pela sexta colocação na Premier League. Tanto na Copa da Liga Inglesa quanto na Copa da Inglaterra, a queda foi precoce. Do mesmo modo, a campanha na Liga dos Campeões acabou nas oitavas de final, quando parou no Atlético de Madri.

Maior artilheiro da história em jogos oficiais (815 gols), Cristiano tem cinco títulos de Liga dos Campeões, competição na qual é o jogador com mais gols (141) e partidas (187). Especulado no Chelsea, pode perder relação carinhosa com o Manchester United, clube que foi o palco da consolidação de Ronaldo à nível global.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN

Continua após a publicidade



Placar – Abril