Críquete e squash são incluídos nas Olimpíadas de 2028 – 16/10/2023 – Esporte


O COI (Comitê Olímpico Internacional) confirmou nesta segunda-feira (16) a inclusão do críquete, ‘flag football’ (futebol americano de bandeira), lacrosse, squash e beisebol-softbol no programa dos Jogos Olímpicos de Los Angeles, em 2028.

Na sexta-feira (13), o Comitê Olímpico já havia anunciado a intenção de incluir as cinco modalidades nas Olimpíadas de 2028, faltando a ratificação que veio após a reunião dos dirigentes nesta segunda-feira.

O críquete, modalidade mais popular na Índia, que atualmente sedia a Copa do Mundo, vai voltar ao programa. Ele fez uma única aparição nas Olimpíadas em 1900, na edição de Paris.

As entidades que organizam torneios de críquete celebraram o retorno da modalidade às Olimpíadas e disseram esperar que não seja uma aparição única.

Foram necessários dois anos de intensa negociação para a inclusão do jogo, que possui 2,5 bilhões de fãs em todo o mundo e é considerado uma religião no subcontinente indiano –onde a resposta em relação às Olimpíadas é, na melhor das hipóteses, morna.

O anúncio foi feito em Mumbai, sede da liga mais rica de críquete. “Estamos emocionados que a inclusão do críquete nos Jogos Olímpicos tenha sido confirmada hoje”, disse o presidente do Conselho Internacional de Críquete (ICC), Greg Barclay, em comunicado.

Cada cidade-sede, de acordo com as regras do COI, pode solicitar a inclusão de vários esportes para a edição dos Jogos que receberão.

O beisebol já foi apresentado em várias edições anteriores dos Jogos, a primeira delas em Barcelona-1992. O esporte voltou ao programa olímpico em Tóquio-2020, depois de ter sido deixado de fora em 2012 e 2016, mas não fará parte dos Jogos de Paris em 2024.

Entre os demais esportes inclusos no programa dos Jogos de 2028, o squash é um dos mais populares no Brasil. A modalidade guarda alguma semelhança com o tênis, com os jogadores se posicionando contra uma parede com raquetes para rebater as bolas.

Já o lacrosse é um jogo semelhante ao hóquei na grama, mas com bastões que têm uma rede na ponta, enquanto o flag-football é uma espécie de futebol americano sem contato.



Folha de S.Paulo