Crespo exalta retorno do São Paulo às oitavas da Libertadores após 5 anos: ‘Orgulhoso do elenco’

0
14


O técnico também afirmou que a vitória contra o Sporting Cristal fechou o seu primeiro ciclo no time paulista, onde também conseguiu o feito de levantar a taça do Paulistão, tirando o clube de uma longa fila de oito anos sem conquistas

EFE/Alexandre Schneider Hernán Crespo dá risada durante vitória do São Paulo sobre o Sporting Cristal na Libertadores

O São Paulo venceu o Sporting Cristal (PER) por 3 a 0, na noite da última terça-feira, 25, e confirmou a segunda posição do Grupo E, garantindo vaga para as oitavas de finais da Copa Libertadores da América após cinco anos – a última participação do clube no mata-mata aconteceu em 2016, quando o Tricolor parou na semifinal. Em entrevista coletiva após o triunfo sobre os peruanos, o técnico Hernán Crespo exaltou o feito, destacando a força do elenco são-paulino. Vale lembrar que, nas últimas três rodadas da competição, o argentino usou times reservas, a fim de priorizar o Campeonato Paulista. “Estou muito orgulhoso do elenco. Depois de cinco anos o São Paulo volta a jogar as oitavas de final. Vamos esperar pelo sorteio, ver o que vai acontecer”, disse Crespo, que aguarda o sorteio da próxima semana para conhecer o seu rival. “A gente sempre buscou o primeiro lugar do grupo, mas foi difícil. Perdemos um jogo contra o Racing. Mas independentemente disso, a coisa mais importante é que o São Paulo voltou às oitavas de final depois de cinco anos”, acrescentou.

Crespo também afirmou que a partida contra o Sporting Cristal fechou o seu primeiro ciclo no time paulista, onde também conseguiu o feito de levantar a taça do Paulistão, tirando a agremiação de uma longa fila de oito anos sem conquistas. “Hoje terminou um pequeno ciclo de três meses e meio. Terminou com o Paulistão e a fase de grupos da Libertadores. Os objetivos foram alcançados. Conquistamos o Paulistão depois de muito tempo e a vaga nas oitavas depois de muito tempo também. E isso conquistou o elenco. Pequenas coisas podem mudar, mas a filosofia, identidade, a maneira de trabalhar e de respeitar a camisa do São Paulo vai continuar”, celebrou o comandante, que volta a liderar o São Paulo no sábado, 29, quando a equipe recebe o Fluminense, no Morumbi, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.





Fonte: Jovem Pan