Coritiba e Athletico-PR empatam em clássico paranaense sem gols e sem emoção

0
13


Com o resultado, o Coritiba segue na lanterna com 22 pontos somados enquanto que o Athletico ocupa a 10ª posição, com 38 pontos

DU CANEPPELE/O FOTOGRÁFICO/ESTADÃO CONTEÚDOClássico paranaense não teve nenhum gol

Em um jogo fraco, sem grandes emoções, Coritiba e Athletico-PR ficaram no empate sem gols, neste sábado, 9, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, em partida válida pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado do clássico não foi bom para ninguém. Seriamente ameaçado de rebaixamento à Série B, o Coritiba subiu para 22 pontos, mas segue dentro da zona de degola com a 20ª e última colocação na tabela de classificação. O Athletico-PR, por sua vez, encontra-se na 10ª posição, com 38 pontos, e ficou um pouco mais distante dos times que hoje conseguiriam uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores. Mas está entre os classificados para a Copa Sul-Americana.

Os primeiros minutos da partida foram marcados pela forte defesa de ambas as equipes, uma vez que nenhuma delas conseguiu criar jogadas de risco e seguiram fechadas. Pouco a pouco, o Coritiba passou a apresentar mais perigo, especialmente em contra-ataques rápidos, com destaque para o lance de Sarrafiore, que, ao receber de Cerutti no meio de campo, chutou direto para o gol e exigiu atenção do goleiro Santos. Aos 30 minutos, o Athletico-PR ainda parecia não achar seu espaço no campo, ao passo que o rival já contava com cinco finalizações. E assim permaneceu até os 45, quando Khellven cruzou para a área do Coritiba e o volante Richard soube aproveitar o rebote, mandando a bola pouco acima do gol.

No segundo tempo, o ritmo do jogo continuou baixo. O Coritiba continuava buscando chances em contra-ataques e, aos nove minutos, após dois erros consecutivos do Athletico-PR, Robson aproveitou a sobra de bola e trouxe outro lance perigoso para a equipe comandada pelo técnico Paulo Autuori. As tentativas continuaram aos 18 minutos, quando Cerutti avançou pela direita, mandando diretamente para Ricardo Oliveira. O atacante venceu a marcação pelo alto, porém ao cabecear errou na força e a bola saiu pela lateral. Um pouco depois, aos 25, Sarrafiore recebeu na entrada da área e bateu. Mas como na jogada anterior, faltou força e a bola saiu pela esquerda. A melhor chance do Athletico-PR veio aos 31 minutos, com falta sofrida e cobrada por Walter, que foi prontamente defendida por Wilson. O resto da partida seguiu sem maiores feitos para nenhum dos lados.





Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui