Confira dez filmes sobre esporte lançados neste ano e disponíveis em serviços de streaming ou nos cinemas

0
16


Produtoras passaram a investir pesado em produções sobre futebol, tênis e basquete; tem espaço até para a história de um contraventor carioca que levou o Bangu à elite do futebol nacional

Divulgação/NetflixCartaz do filme “Pelé”, disponível no Netflix

É inegável que, nos últimos anos, as produções cinematográficas e televisivas voltadas para os esportes cresceram e ganharam o público. Documentários como “The Last Dance”, que conta a história de Michael Jordan e, sobretudo, de sua última temporada no Chicago Bulls, e “Fórmula 1: Dirigir para Sobreviver”, um retrato dos bastidores e vida dos pilotos da modalidade mais apreciada do automobilismo, mostraram que o produto vale a pena. Na onda das Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio, os streamings também têm recebido muitos acessos em seu catálogo, principalmente a Netflix, que passou a investir pesado no segmento. Pensando nisso (e no feriado que se aproxima), a Jovem Pan Online separou dez documentários e filmes lançados em 2021 para você se divertir entre as temáticas de futebol, tênis, basquete, futebol americano e até contravenção no esporte.

1. Naomi Osaka – Netflix

A tenista japonesa Naomi Osaka chamou atenção do mundo em 2021 ao desistir de Roland Garros e Wimbledon para cuidar de sua saúde mental. Responsável por acender a pira olímpica em Tóquio 2020, Naomi também está fazendo sucesso nas telas dos streamings. A série documental que leva seu nome estreou em julho, na Netflix, e tem três capítulos nos quais toda a carreira profissional da tenista é retratada.

2. Space Jam: Um Novo Legado – cinemas

Grande sucesso nos anos 90, quando foi protagonizado pelos maiores astros do basquete norte-americano —incluindo Michael Jordan no papel principal — e os personagens de Looney Toones, “Space Jam” marcou uma geração de crianças que cresceu com o fascínio pela bola laranja. Em 2021, o multicampeão LeBron James foi escalado para a sequência. O filme estreou em julho nos cinemas brasileiros, mas ainda é possível vê-lo em algumas salas pelo país. Anthony Davis, Kyrie Irving, Damian Lillard e Klay Thompson são alguns dos outros nomes da NBA que protagonizaram o longa-metragem.

3. O Divino Baggio – Netflix

A produção italiana ficcional conta a jornada de um dos maiores jogadores do país. Centrada na relação distante de Roberto Baggio com o pai, a obra também aborda as sérias lesões pelas quais passou, a sua espiritualidade — o craque se tornou budista — e, é claro, o pênalti perdido na final da Copa do Mundo de 1994, que deu o tetracampeonato mundial ao Brasil. O baixo orçamento fica nítido durante os 92 minutos de filme, mas vale a pena assistir ao filme pela atuação convincente de Andrea Arcangeli.

4. Pelé – Netflix

Um dos documentários esportivos mais aclamados pela crítica em 2021 conta a história do nosso Rei do Futebol. A produção “Pelé” retrata o início da carreira de Edson Arantes do Nascimento até a conquista da Copa do Mundo de 1970, com a seleção brasileira. Todos os acontecimentos são narrados pelo próprio ex-jogador, alguns jornalistas, ex-parceiros de time e amigos. A produção tem 108 minutos e está disponível na Netflix.

5. Untold – Netflix

A série documental “Untold” aborda os bastidores de diversos eventos esportivos por meio de entrevistas inéditas e depoimentos dos envolvidos. Com um episódio por semana, a produção estreou em 10 de agosto na Netflix. Entre os temas, aborda a briga histórica da NBA entre os jogadores do Indiana Pacers e a torcida do Detroit Pistons, em 2004; a história da boxeadora Christy Martin; a decisão da atleta olímpica Caitlyn Jenner de fazer a transição de gênero; um time de hóquei que recebia ordens de um filho adolescente de chefe da máfia; e a rivalidade entre Mardy Fish e Roger Federer, no tênis.

6. Doutor Castor – Globoplay

Castor de Andrade, bicheiro responsável por crimes cruéis no Rio de Janeiro, tem sua história retratada no documentário “Doutor Castor”, lançado em fevereiro. A lendária figura foi presidente do Bangu e, entre as décadas de 80 e 90, responsável por levar a equipe até uma final de Brasileirão. Mas a que custo? A produção mostra todas as falcatruas de Castor no futebol e no Carnaval, à frente da Mocidade Independente de Padre Miguel, além de seus crimes.

7. Ted Lasso – Apple TV

A série é de 2020, mas teve sua segunda temporada lançada neste ano. Na produção ficcional de comédia, Ted é um treinador de futebol americano conhecido por seu “espírito em equipe” e que, de repente, troca o football pelo famoso soccer para comandar um time da Premier League, o AFC Richmond. Jason Sudeikis (“Quero Matar meu Chefe”) está no papel principal da produção, disponível na Apple TV e indicada a 20 categorias no Emmy 2021.

 

8. Under The Stadium Lights – Paramount

Entre as produções ficcionais, “Under the Stadium Lights” é um drama estrelado pelo filho de Mel Gibson, Milo Gibson, e Laurence Fishburne (Matrix). O filme segue os jogadores, treinador e capelão do time de futebol de uma escola em Abilene, no Texas. A estreia mundial foi em 29 de janeiro e pode ser assistida no canal Paramount (disponível em alguns pacotes de TV a cabo e em um assinatura à parte do Amazon Prime).

9. Uma Skatista Radical – Netflix

Aproveitando o hype que o skate ganhou no Brasil após as Olimpíadas de Tóquio, “Uma Skatista Radical” é um filme teen que agrada todas as idades. No longa, a adolescente indiana Prerna descobre sua paixão pelo esporte e enfrenta muitos obstáculos em busca de seu sonho de se tornar uma skatista profissional. Disponível na Netflix, o filme estreou em junho e tem 1h48min.

10. Schumacher – Netflix

A grande novidade da lista é a produção Schumacher, que ainda não foi liberada para o público na Netflix. O documentário tem data de estreia para 15 de setembro e terá entrevistas com familiares, amigos e ex-pilotos que competiram ao lado do alemão, que sofreu um grave acidente em 2013 ao esquiar com a família. A produção também promoete arquivos familiares privados e imagens de arquivo da Fórmula 1. Com 112 minutos, o documentário foi produzido em cooperação com a família do ex-piloto.





Fonte: Jovem Pan