Com show de Babi, Brasil vence Croácia na estreia do Mundial de Handebol feminino

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Um novo triunfo neste domingo, às 16h30, diante do Japão, já garante a classificação da seleção brasileira à segunda fase

Reprodução/Twitter/@CBHb1Seleção brasileira venceu a Croácia na estreia do Mundial feminino de handebol

A seleção brasileira feminina estreou da melhor maneira possível no Mundial de Handebol da Espanha. No confronto entre as duas melhores equipes do Grupo G, vitória verde amarela contra a Croácia por 30 a 25. Um novo triunfo neste domingo, às 16h30 (de Brasília), diante do Japão, já garante classificação à segunda fase. O Brasil pisou em quadra em Castelón com sentimento de disputar uma decisão. Do outro lado estavam as medalhistas de bronze do Europeu de 2020 e pedra no sapato brasileiro com três vitórias em quatro jogos. Imponente do começo ao fim, o time canarinho chegou a abrir nove gols de vantagem e jamais teve sua vitória ameaçada. Nos momentos em que a Croácia tentou impor uma reação, a experiente goleira Babi fez a diferença, com defesas maiúsculas.

No ataque, um incrível aproveitamento de 69,7% foi vital para a equipe sempre ter o controle do placar. Bruna de Paula, a Bruninha, foi eleita a craque do jogo com seus 7 gols em 11 tentativas. A equipe do técnico Cristiano Rocha chutou 43 vezes e conseguiu balançar as redes 30 vezes. O Brasil foi para o intervalo com cômoda vitória por 18 a 12. No retorno do descanso, chegou a abrir nove gols, com 26 a 17 e depois 27 a 18. Nos minutos finais, bastou administrar o resultado. As europeias diminuíram a desvantagem para cinco gols, em momento no qual Babi brilhou para não deixá-las encostarem.

Ana Paula e Larissa, com quatro gols cada, foram outros destaques da seleção brasileira na Espanha. Renovada, a equipe quer ir longe no Mundial e apagar a má impressão deixada na Olimpíada de Tóquio, na qual fechou no 11° lugar. Com a confirmação da segunda vitória no confronto com as croatas, agora basta repetir a grande atuação contra japonesas, domingo, e paraguaias, na terça-feira, para avançar em primeiro e chegar com moral à segunda fase, também de grupos.

*Com informações do Estadão Conteúdo





Fonte: Jovem Pan