Colômbia vence o Uruguai nos pênaltis e se classifica à semifinal da Copa América

0
10


Agora, os “Cafeteros” esperam o vencedor de Argentina x Equador, jogo marcado para a noite as 22 horas de hoje, no Olímpico, em Goiânia, para conhecer o seu próximo adversário; Brasil e Peru se enfrentam do outro lado da chave

EFE/ Joedson AlvesUruguai e Colômbia se enfrentaram nas quartas da Copa América

A Colômbia bateu o Uruguai na disputa de pênaltis após um empate em 0 a 0, na noite deste sábado, 3, e se classificou para a semifinal da Copa América, em partida disputada no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Depois de um jogo muito bem disputado no tempo regulamentar, a equipe treinada por Reinaldo Rueda levou a melhor nas penalidades, vencendo por 4 a 2, contando com boas defesas de Ospina. Agora, os “Cafeteros” esperam o vencedor de Argentina x Equador, jogo marcado para a noite as 22 horas de hoje, no Olímpico, em Goiânia, para conhecer o seu próximo adversário. A outra semifinal colocará frente a frente Brasil e Peru, os finalistas da última edição.

Apesar de movimentado, o primeiro tempo de Uruguai x Colômbia foi bem disputado no meio-campo, com poucas chances claras para as duas equipes. O time uruguaio, como é corriqueiro, apostou muito em sua dupla de ataque formada por Edinson Cavani e Luis Suárez, criando suas melhores jogadas pelo lado direito. Já os colombianos, por sua vez, incomodaram o arqueiro Muslera com os atacantes Luis Díaz e Muriel – em um dos arremates, o goleiro precisou fazer excelente intervenção. Apesar disso, o placar se manteve inalterado nos 45 minutos iniciais.

Na segunda etapa, o confronto ficou mais aberto, com os dois times cedendo espaços. Pelo lado uruguaio, a aproximação de Arrascaeta com Cavani quase proporcionou um gol, evitado pelo goleiro Ospina. Já os “Cafeteros” ameaçaram com Borré, que cruzou fechado e quase surpreendeu o goleiro adversário, Muriel, finalizando para fora, e Zapata, responsável por fazer Muslera praticar bela defesa. Ainda assim, o 0 a 0 persistiu até o apito final, levando a decisão para as penalidades. Nas cobranças, a Colômbia converteu suas quatro cobranças, enquanto o Uruguai acabou deixando a competição ao perder com Giménez e Matías Viña.





Fonte: Jovem Pan