Campeonato Italiano aprova uso da tecnologia de impedimento da Copa em janeiro

Série A será a primeira liga a adotar o impedimento semiautomático, que estreou no Catar

Reprodução/ Fifaimpedimento semiautomático
Animação em 3D ficou conhecida durante a Copa do Catar em diversos jogos

O Campeonato Italiano será a primeira liga nacional a utilizar o impedimento semiautomático, tecnologia da Fifa que estreou na Copa do Mundo do Catar. A notícia vem do jornal La Gazzetta dello Sport nesta segunda-feira, 19, um dia após o fim do Mundial. A implementação da tecnologia foi votada e aprovada pela Associação Italiana de Árbitros. O campeonato também foi o primeiro com a tecnologia do VAR e até hoje tem os profissionais mais qualificados. A estreia do SAOT será no início do segundo turno, dia 27 de janeiro. A ideia é reduzir o tempo de intervenção do árbitro de vídeo nas partidas, já que o impedimento semiautomático é feito na fora por um sistema. Após a pausa de fim de ano, a Série A retorna no dia 4 de janeiro para a 16ª rodada. O Napoli é o líder com 41 pontos, seguido do Milan com 33 e da Juventus com 31. Fecha o Top 4 a Lazio, com 30. Cremonese, Sampdoria e Hellas Verona estão na zona de rebaixamento.

Como funciona o impedimento semiautomático?

O sistema de impedimento semiautomático (SAOT) conta com 12 câmeras de rastreamento que analisam 29 pontos no corpo de cada jogador (incluindo membros e extremidades) que são relevantes para impedimentos. Na bola há um sensor que identifica o momento exato do chute e traça as linhas. São enviados dados 500 vezes por segundo para a sala de vídeo. Quando há impedimento, os árbitros assistentes recebem um alerta, validam a informação manualmente e repassam para o árbitro. Após a confirmação do impedimento, uma animação 3D é criada para ilustrar o lance. Para quem assistiu à Copa do Mundo, a imagem é conhecida.



Fonte: Jovem Pan