Atlético não vai mudar filosofia para agradar críticos, diz Simeone

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Por Fernando Kallas

MADRI (Reuters) – O Atlético de Madri não vai alterar seu estilo habitual de jogo, apesar das fortes críticas, quando receber o Manchester City na partida de volta das quartas de final da Liga dos Campeões nesta semana, disse o técnico Diego Simeone nesta terça-feira.

Depois de perder o jogo de ida da semana passada por 1 x 0 com um esquema de jogo excessivamente defensivo que não rendeu uma tentativa de gol sequer, o Atlético recebeu muitas críticas, inclusive do ex-técnico Arrigo Sacchi, que o chamou de “futebol pré-histórico, dos anos 60”.

“Línguas soltas afundam navios”, disse Simeone em entrevista coletiva quando questionado sobre os comentários de Sacchi.

“Sou treinador desde 2005-06 e prefiro sempre respeitar os meus colegas. Mas são sempre ex-jogadores ou treinadores que decidem falar para chamar a atenção das pessoas. Eu simplesmente os ignoro.”

Simeone disse que sua equipe, que chegou às finais da Liga dos Campeões em 2014 e 2016, tem uma identidade e vai continuar com ela, apesar de ter que vencer o jogo de quarta-feira para se classificar às semifinais.

“Enfrentamos uma equipe que joga muito bem. Um jogo posicional muito bom, mas estamos esperançosos. É claro que só a esperança não é suficiente, mas vamos tentar levar o jogo onde podemos fazer com que sofram”, acrescentou o argentino.

“As palavras não dizem muito, o importante é o que acontece depois que o jogo começa.”

O capitão do Atlético, Koke, afirmou que a equipe aprova o estilo de jogo duro e robusto. “Já jogamos assim há uma década e gostamos”, disse o meio-campista.









Fonte: Mix Vale