Árbitro pede afastamento após receber ameaças de morte por expulsões na Premier League

0
9


Mike Dean é o quarto profissional do futebol a sofrer ataques nas redes sociais nos últimos dias na Inglaterra

ReproduçãoMike Dean durante partida do West Ham e Fulham

O árbitro inglês Mike Dean informou à polícia nesta segunda-feira, 08, que recebeu ameaças de morte após atuar na partida entre West Ham e Fulham, válida pela 23ª rodada da Premier League neste final de semana. O árbitro de 52 anos expulsou o meio-campista Tomas Soucek, do West Ham, nos segundos finais do jogo. Após realizar as denúncias, Dean pediu para não ser relacionado na próxima rodada do Campeonato Inglês. Dean não é o primeiro profissional do esporte a ser atacado nos últimos dias. Os jogadores Lauren James e Axel Tuanzebe, do Manchester United, e Mark Little, do Bristol Rovers, receberam mensagens racistas online. O presidente-executivo da Premier League, Richard Masters, pediu uma “intervenção pró-ativa” após o caso com o árbitro.

“É imperdoável que Mike Dean e sua família tenham sofrido abusos online, incluindo ameaças de morte, como resultado de seu trabalho como árbitro em uma partida da Premier League”, disse Masters. “Mike e sua família têm todo o nosso apoio para denunciar isso à polícia. Isso mais uma vez destaca a necessidade de maior intervenção proativa das empresas de mídia social para impedir o abuso online e identificar os infratores”, completou. Quem também se manifestou foi Soucek, o jogador expulso por Dean na partida.

“Quaisquer que sejam as decisões tomadas em campo, elas devem permanecer em campo. Não gosto de saber que isso interfere na vida pessoal e envio meu apoio a Mike Dean e sua família. Não há lugar para abuso de qualquer tipo. Está no passado e agora estou focado no resto da temporada”, escreveu em seu Twitter. No meio da semana, Dean retorna a campo pela Copa da Inglaterra.





Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui