Amaral acusa Totti de racismo: ‘Disse que eu comia m**** na favela’

0
33


Em entrevista, o volante brasileiro disse que também foi chamado de ‘negro’ em campo pelo ídolo da Roma

DELFIM VIEIRA/ESTADÃO CONTEÚDOAmaral disse ter sofrido racismo de Francesco Totti quando defendia a Fiorentina

O ex-jogador de futebol Amaral acusou o também ex-jogador Francesco Totti de racismo. O brasileiro relembrou da época em que defendeu a Fiorentina, da Itália, e dos encontros com o atacante, que jogava pela Roma. Segundo Amaral, em um jogo específico entre os dois times, o italiano o chamou de negro em campo e disse que ele “comia merda na favela”. “Ele ficava dizendo ‘nero, nero [negro, em italiano]’ e ‘tu mangiato [comia, em italiano] merda na favela’”, relatou em entrevista ao comentarista Caio Ribeiro, no SporTV. “Eu entendi algumas coisas e disse ‘vou quebrar você, vou te pegar no vestiário, você vai ver’”, continuou.

Amaral disse que só não partiu para cima de Totti porque um companheiro de equipe dele, o também italiano Angelo Di Livio, o acalmou. “O Di Livio, que jogou na seleção italiana com ele, falou ‘calma, ele é o capitão’. Eu disse ‘capitão nada, ele está me desrespeitando’”, contou. “Eu fiquei tão nervoso que queria bater nele”, desabafou o volante. Apesar de não ter especificado quando o jogo aconteceu, Amaral só encontrou Totti nos gramados na temporada de 2001/02, quando ele defendeu a Fiorentina. O time decretou falência naquela temporada e o brasileiro acabou indo para o Besiktas, da Turquia. Já Francesco Totti seguiu como ídolo da Roma até 2017, quando se aposentou.





Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui