Advogado de Maradona relata drama: ‘Ele passou pelo momento mais difícil da vida’

0
12


O representante do ex-craque argentino classificou o derrame como um ‘milagre’; confira

EFEMaradona é um dos melhores jogadores de futebol de todos os tempos

Matías Morla, advogado de Diego Armando Maradona, relatou nesta quarta-feira, 11, que o argentino passou pelo momento mais complicado da vida dele, mas que superou as dificuldades e que está fora de perigo após precisar passar por uma cirurgia no cérebro. “Passou, talvez, pelo momento mais difícil da vida. Eu acho que foi um milagre que tenha se detectado esse derrame na cabeça, que poderia ter tirado a vida dele”, admitiu o advogado, diante da Clínica Olivos, onde Maradona foi operado em 3 de novembro e está internado.

Segundo Morla, os “perigos desapareceram”, após a cirurgia comandada pelo neurologista Leopolodo Luque, que é médico pessoal de ‘El Pibe’. A intervenção foi feita devido um hematoma subdural na cabeça do ex-jogador. “Diego está inteiro, está com vontade de se reabilitar por outros problemas pessoas que teve”, explicou o advogado. Morla, inclusive, destacou a importância do acompanhamento de um psiquiatra e indicou que Maradona precisará seguir em observação, mesmo depois que deixar o hospital em que está internado. “O que falta agora é a união da família, e ele estar cercado por profissionais de saúde. Com os médicos e da família, Diego vai estar feliz como precisa estar. Diego precisa estar feliz, e temos que devolver a ele todo o caminho e felicidade que nos deu”, disse.

Além disso, Morla revelou que a na casa em que Maradona ficará após deixar a unidade de saúde, será colocada uma lista com todas as pessoas autorizadas a visitá-lo, inclusive, familiares autorizados. “Diego vai decidir quem quer ver e quando quer ver”, explicou o advogado. Maradona, que tem um longo histórico de problemas de saúde, na semana passada em uma clínica em La Plata por um quadro de anemia, desidratação e desânimo. Após exames, foi diagnosticado um hematoma subdural, o que exigiu a transferência para Buenos Aires e a operação.

*Com informações da Agência EFE





Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui