Xuxa abre o jogo e diz por que não se arrepende de ter gravado polêmico filme com criança

Apresentadora disse que aceitou fazer ‘Amor Estranho Amor’ (1982) após ser incentivada por Pelé

Reprodução/YouTube/revistawowmagXuxa Meneghel
‘Amor Estranho Amor’ foi um dos primeiros trabalhos de Xuxa Meneghel no cinema

A apresentadora Xuxa Meneghel disse que não se arrepende de ter feito o filme “Amor Estranho Amor” (1982), que gerou polêmica por anos e até acusações de pedofilia. Isso aconteceu porque no longa a artista, que tinha 18 anos na época, protagonizou cenas de teor sexual com o ex-ator mirim Marcelo Ribeiro, de 12. “Foi um dos primeiros trabalhos que eu fiz no cinema e foi o Pelé que me apresentou ao [produtor] Aníbal Massaíni e me falou: ‘Faz, ele é meu amigo, vai ser legal para você porque você está começando’. Eu fiz”, falou Xuxa no podcast “WOWCast”. Na trama, que também conta com Tarcísio Meira e Vera Fischer no elenco, a apresentadora interpreta Tamara, uma jovem de 15 anos que é vendida para um prostíbulo e se envolve com o menino vivido por Marcelo.  

“Não vou dizer que me arrependo [de ter feito o filme], eu me arrependo de não ter falado e de não ter feito tanta coisa quando eu fiz o filme, tipo assim, de ter me protegido na hora de fazer o filme e de ter falado para as pessoas que estava fazendo. Agora, com a maturidade, eu vejo que perdi a possibilidade. Tudo o que eu venha a falar agora é fraco, mas é um assunto que as pessoas que não conhecem o filme deveriam conhecer, porque é um assunto que existe ainda hoje em dia, essa coisa de exploração sexual contra criança e adolescente”, declarou a apresentadora. Em 2021, Xuxa reencontrou Marcelo durante a gravação do documentário sobre sua vida dirigido por Pedro Bial para o Globoplay. Eles assistiram juntos a cenas do polêmico longa e falaram sobre como a repercussão negativa em torno do longa afetou a vida deles. Xuxa chegou a brigar por anos na Justiça para impedir que o longa fosse distribuído em vídeo fora dos cinemas.



Fonte: Jovem Pan