Tina Turner vende direitos musicais para BMG

0
13


A estrela do soul e do rock Tina Turner vendeu os direitos de seu catálogo musical para a empresa BMG, a mais recente cantora a fechar um acordo do tipo para seu trabalho.

Em um comunicado nesta quarta-feira, a BMG, de propriedade da empresa de mídia alemã Bertelsmann AG, disse que seria “parceira em todos os interesses musicais de Tina Turner”.

O acordo inclui as participações da artista em suas gravações, as de sua editora musical, os direitos conexos e de nome, imagem e semelhança. A BMG não divulgou o valor do negócio.

A cantora de “What’s Love Got to Do With It” e “The Best”, de 81 anos, lançou sua carreira solo na década de 1980.

Antes disso, Turner e o ex-marido Ike Turner, que morreu de overdose de cocaína em 2007, tiveram grande sucesso no final dos anos 1960 e início dos anos 1970. Eles se divorciaram em 1978 após um casamento turbulento durante o qual a cantora alegou ter sido espancada.

Turner tem 10 álbuns solo de estúdio, dois álbuns ao vivo, duas trilhas sonoras e cinco compilações, que juntos venderam mais de 100 milhões de cópias, disse a BMG, acrescentando que a Warner Music permanecerá como a gravadora da vencedora do Grammy.

“Como qualquer artista, a proteção do trabalho da minha vida, minha herança musical, é algo pessoal”, disse Turner no comunicado. “Estou confiante de que com a BMG e a Warner Music meu trabalho está em mãos confiáveis e profissionais.”

“A jornada musical de Tina Turner inspirou centenas de milhões de pessoas em todo o mundo e continua alcançando novos públicos”, disse o presidente-executivo da BMG, Hartwig Masuch. “Estamos honrados em assumir o trabalho de gerenciar os interesses musicais e comerciais de Tina Turner. É uma responsabilidade que levamos a sério e buscaremos diligentemente. Ela é de fato simplesmente a melhor.”

(Por Marie-Louise Gumuchian)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH950TH-BASEIMAGE










Fonte: Mix Vale