Sem previsão de alta, Jorge Aragão é internado na UTI com Covid-19

0
9


Segundo o diretor médico da Unimed-Rio, compositor está ‘sob monitorização contínua e cuidados específicos para a condição clínica, apresentando boa resposta ao tratamento’

Marcos Hermes/DivulgaçãoAragão tem um histórico de internações e cirurgias por problemas cardíacos

O cantor e compositor Jorge Aragão, de 71 anos, está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital Unimed-Rio, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, com quadro de pneumonia viral devido à infecção pela Covid-19. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da instituição de saúde, que afirmou que ainda não há previsão de alta para o cantor. Segundo o diretor médico da Unimed-Rio, Paulo Henrique Ribeiro Bloise, que assina o comunicado, Aragão está “sob monitorização contínua e cuidados específicos para a condição clínica, apresentando boa resposta ao tratamento”. Ele foi admitido no hospital no último dia 13.

Aragão tem um histórico de internações e cirurgias por problemas cardíacos. Há dois anos, foi submetido a um cateterismo, seguido de angioplastia, também na Unimed-Rio. A intervenção transcorreu com sucesso e sem intercorrências e ele permaneceu em observação no hospital por poucos dias. Como compositor, Jorge Aragão apareceu em 1976, quando Elza Soares gravou sua composição Malandro, em parceria com Jotabê. Foi integrante do grupo Fundo de Quintal e um de seus principais compositores e letristas, tendo abandonado o conjunto algum tempo depois para dedicar-se à carreira solo.

Confira a nota na íntegra:

“O paciente Jorge Aragão da Cruz foi admitido em nosso hospital em 13 de outubro com quadro de pneumonia viral Covid-19. Desde então, encontra-se em unidade de terapia intensiva sob monitorização contínua e cuidados específicos para a condição clínica, apresentando boa resposta ao tratamento. Ainda não há previsão de alta da UTI”.





Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui