‘Se não tivesse visto minha alma saindo do corpo, hoje eu seria ateia’, diz Andressa Urach

0
13


Em entrevista ao Pânico, a modelo afirmou que também observou ‘o julgamento de seu espírito’ durante uma experiência de quase morte em 2014

Imagem: Reprodução/Instagram @andressaurachoficialEm 2014, Andressa Urach desenvolveu uma infecção na coxa esquerda devido à aplicação de hidrogel e precisou ser internada em estado grave na UTI

A modelo Andressa Urach afirmou em entrevista ao programa Pânico, da Jovem Pan, nesta quinta-feira, 20, que vive uma nova fase de sua vida. Para alcançar o equilíbrio, ela analisa que precisou superar a “Andressa do passado”, que usava drogas e se prostituia, e a “Andressa Crente”, que abdicou de sua vida em prol da igreja após um episódio traumático. Em 2014, ela desenvolveu uma infecção na coxa esquerda devido à aplicação de hidrogel e precisou ser internada em estado grave na UTI. Com a experiência de quase morte, a modelo se converteu e passou a integrar a igreja evangélica. No entanto, após seis anos e muitas decepções, ela decidiu romper com a instituição religiosa. “Em 2014, quase morri. Na hora do desespero, até quem é ateu corre para Deus. Quando entrei para a igreja, tiraram todo o meu patrimônio. Doei mais de R$ 2 milhões, doei meus salários e carro. Sonhava em ser missionária, mas sofri decepções muito grandes. Depois de levar todo o meu dinheiro, a igreja me virou as costas”, relevou Andressa.

Mesmo deixando de frequentar a instituição religiosa, ela reitera que nunca deixou de ter fé. “Rompi com a igreja, mas minha fé continua inabalável. Acredito em Jesus, em Deus, mas não estou mais presa a um CNPJ. Essa ruptura com a instituição foi muito difícil porque eu amo a obra de Deus, sei que ele curou meu coração, me deu outra chance de viver. Se eu não tivesse visto minha alma sair do meu corpo e ser julgada em 2014, se não tivesse a convicção de que existe um ‘depois’, após essa decepção com a igreja, hoje eu seria ateia. Sou grata à igreja por ter me apresentado Jesus, mas hoje sei que não preciso estar presa à uma instituição para exercer minha fé em Deus”, concluiu.

Confira a entrevista com a modelo Andressa Urach:





Fonte: Jovem Pan