‘Sabia que você ia votar em mim, não sou burra’, diz Juliette, do ‘BBB 21’, a Sarah

0
24


Após a formação do paredão, a maquiadora descobriu o voto que ganhou da ex-aliada durante a dinâmica do dedo-duro

Reprodução/Rede Globo/22.03.2021Sarah e Juliette conversam sobre formação do paredão do ‘BBB 21’

A formação de paredão do “BBB 21” na noite de domingo, 21, movimentou a madrugada desta segunda-feira, 22. A disputa pela permanência na casa será entre Rodolffo, Fiuk e Carla Diaz. Antes do paredão ser definido, o líder Gilberto precisou dar o voto de minerva para decidir entre Juliette e Caio, os mais votados da casa. O economista optou por indicar o fazendeiro, que foi salvo pela prova Bate e Volta. A paraibana e o goiano, assim como os outros brothers, se apressaram para contabilizar os votos que receberam. Antes da edição terminar, Caio foi perguntar à maquiadora se ela havia votado nele. Juliette negou. “Juliette, você é doida, você falou que ia votar em mim, falou pra Sarah”, disse o fazendeiro. “Não falei não”, retrucou a sister.  “Você falou ‘to feliz que pelo menos ele entendeu meu voto nele’. Ela que me falou, uai”, respondeu Caio. “Fala mais, bastião, que tá bonito. Nunca saiu da minha boca. Eu disse que tinha três opções: você, Rodolffo ou Arthur. Você eu tinha dúvida se votaria em mim, Rodolffo eu tinha dúvida, Arthur eu tinha certeza. E aí surpresa boa, Arthur não votou. Obrigada, Arthur. Vocês, não”, retrucou a advogada. Juliette recebeu votos de Caio, Rodolffo, Pocah e da ex-aliada Sarah.

Juliette descobriu o voto da consultora de marketing durante a dinâmica do dedo-duro. No quarto do líder, Sarah e Gilberto conversam sobre o voto. “Eu gosto da Juliette, mas entre as outras pessoas, eu não estou com dúvida. Aqueles ali eram as opções: eu não ia votar no João, Thaís, Viih Tube, Camilla, nem no Arthur. Eu gosto do Arthur, também não acho que ela tenha feito algo de maldade”, disse Sarah. “Verdade. Não dá pra votar na Camilla, no João e no Fiuk”, concordou o pernambucano. “Se desse, eu votaria na Carla”, completou a consultora. Em seguida, Sarah afirmou que seu voto em Juliette não era surpresa para João nem Camilla de Lucas. A influenciadora, no entanto, aconselhou Arthur, minutos antes, a abrir os olhos com Sarah e Gilberto.“Eu vou abrir a boca, coisa que eu não faço aqui… Se eles tiveram a coragem de votar na Juliette, fica esperto”, alertou.

Ainda no quarto do líder, os amigos continuaram falando de Juliette. “Igual você está fugindo do Rodolffo, eu estou fugindo dela. Não quero me explicar. Se ela quiser me apontar no Jogo da Discórdia amanhã, não vou ficar chateada. Eu não tive um motivo, tive vários”, justificou Sarah. “Ela deve ter falado de mim várias vezes já”, sugeriu a consultora. “Acho que não fala não, mas…”, disse Gilberto. “Ah, pode falar. Fica a vontade”, afirmou a brasiliense. Os dois acham que Juliette perdeu prioridade não só para eles, mas para Viih Tube também. “As pessoas não tão mais priorizando Juliette. A própria Viih disse que João tava em primeiro do que Juliette. Se fosse pra desempatar entre João e Juliette, capaz da Viih ter colocado a Juliette”, considerou Gilberto. Logo depois, Juliette foi no quarto agradecer Gilberto. “Não me ferrei porque você e Deus não quiseram”, agradeceu a maquiadora.

Então, Juliette se dirigiu a Sarah. “Eu sabia que você ia votar em mim, eu senti. Quando você me deu a carinha feliz, eu disse: ‘Ela vai votar em mim’. Eu não sou burra”, afirmou a paraibana. “Eu sei que o seu perfil de jogadora é um jogador mais racional. Você já me falou, eu respeito e não tem nada de mal nisso. Dessa vez, eu fiquei confusa, se foi racional ou se foi mágoa”, perguntou a maquiadora. “Foi coração total, não teve nada de racional dessa vez. Não pensei em estratégia de jogo para votar em você”, assegurou Sarah. Juliette rebate: “Se você fosse racional, como eu imaginava que você seria, você pensaria assim: antes de votar em mim, Juliette votará em muitas outras pessoas. Concorda? Então você optou em votar por uma interpretação e uma mágoa a votar para se proteger, por exemplo”. A consultora afirma que, se fosse pelo racional, teria sido a Carla, que já estava no paredão e adicionou que, no momento, não tinha motivo para votar em nenhuma das outras pessoas de casa. “Eu sei que a gente estava dando umas pequenas faísquinhas daqui e dali, nada sério. Mas de pequeninho em pequeninho, eu não estava tendo, nesse momento, com ninguém da casa. Eu continuo adorando você”, completou Sarah.





Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui