Nasa homenageia Tina Turner: ‘Viverá para sempre nas estrelas’

Agência Espacial Americana publicou uma foto de um céu estrelado, dizendo que a artista continuará brilhando da mesma maneira que brilhou nos palcos

Reprodução/Instagram/tinaturnerTina Turner
Tina Turner morreu aos 83 anos no dia 24 de maio de 2023

A Agência Espacial Americana (Nasa) prestou homenagem para a Rainha do Rock ‘n’ Roll, Tina Turner, que morreu nesta quarta-feira, 24, aos 83 anos. Em seu perfil oficial no Twitter, a Nasa publicou uma imagem do céu estrelado para dizer que a artista continuará brilhando, da mesma maneira que brilhou nos palcos. “Simplesmente o melhor. A lenda da música Tina Turner brilhou no palco e em milhões de corações como a Rainha do Rock ‘n’ Roll. Seu legado viverá para sempre entre as estrelas”, escreveu a Nasa. Veja a homenagem abaixo:

A informação da morte da artista foi divulgado através de um comunicado nas redes sociais de Tina Turner. Ela morreu em sua casa, em Küsnacht, na Suíça. “É com grande tristeza que anunciamos o falecimento de Tina Turner. Com sua música e sua paixão sem limites pela vida, ela encantou milhões de fãs ao redor do mundo e inspirou as estrelas de amanhã. Hoje nos despedimos de uma querida amiga que nos deixa sua maior obra: sua música. Toda a nossa sincera compaixão vai para a família dela. Tina, sentiremos muito sua falta”, diz a nota. Durante sua trajetória de enorme sucesso, a cantora venceu  oito prêmios Grammy’s e foi incluída no Hall da Fama do rock ‘n’ roll em 2021 como artista solo. Antes disso, em 1991, ela foi indicada, ao lado de Ike, com quem já fez um duo. A introdução solo da artista no Hall da Fama reforçou o poder da cantora, que rompeu preconceitos e mostrou ao mundo que poderia se tornar uma potência da música.



Fonte: Jovem Pan