Marina Ruy Barbosa, Débora e Loreto: os tremores que abalaram a Globo

0
57


Um terremoto sacudiu o Projac, mais precisamente os estúdios da novela O Sétimo Guardião. José Loreto se apaixonou pela colega Marina Ruy Barbosa. Trocou mensagens de WhatsApp melosas com a ruiva mais famosa do Brasil. Problema: sua mulher, Débora Nascimento, pegou o desvio virtual e decidiu vingar-­se. Espalhou os diálogos da suposta traição entre as amigas também famosas. Deu-se, então, uma guerrilha feita de curtidas e descurtidas. Bruna Marquezine, por exemplo, deixou de seguir Marina — e Bruna sumir assim é indício de que algo vai muito mal. Saldo da história: Loreto e Débora se divorciaram, Marina se disse vítima de falsas feministas, que, em postura machista, puseram toda a culpa do quiproquó numa mulher. Verdade seja dita: Marina saiu da confusão mais forte do que entrou. Hoje tem mais seguidores, mais patrocinadores e continua firme e forte em seu casamento com o empresário Xande Negrão — mas de olho no WhatsApp, porque é assim que funciona.

Publicado em VEJA de 1º de janeiro de 2020, edição nº 2667


Fonte: Jovem Pan