Ludmilla volta para o Instagram com foto comemorando Natal com a família

0
18


Funkeira excluiu as redes sociais após ataques racistas; em texto, cantora afirma que o ódio do outro ‘às vezes a afeta’ e que ela ‘se permite não ser forte o tempo todo’

Instagram/LudmillaLudmilla comemorando o Natal com a família

Pouco menos de uma semana depois de excluir as redes sociais devido a ofensas racistas, Ludmilla voltou para o Instagram nesta quinta-feira, 24, véspera de Natal. A cantora publicou uma foto comemorando a data comemorativa com a família, incluindo a esposa Brunna Gonçalves. Em texto publicado junto com a imagem, Lud disse que o ódio do outro “às vezes a afeta” e que ela “se permite não ser forte o tempo todo”. No entanto, afirmou que a família é a força que “a mantém em pé todos os dias”. “Como eu disse, esse ódio não é meu, então eu deixo que ele tome o caminho dele. E aí me lembro o quanto os olhares, os sorrisos e os abraços deles fazem a diferença na minha vida. Obrigada, família! E obrigada a todos que movimentaram as redes sociais me mandando apoio, cada fã, cada artista e, principalmente, cada pessoa preta. Tô de volta. E mais forte. Feliz natal pra vocês! AMOR SEMPRE”, escreveu a cantora.

Nos comentários, fãs e artistas celebraram a volta de Lud. “Feliz natal mozona”, escreveu Pablo Vittar. “Boa Lud. Feliz Natal pra você e sua família. Bem vinda de volta”, disse Dennis DJ. “Que felicidade em abrir o Instagram e te ver por aqui filha você é o meu melhor presente de Natal!”, disse a mãe da cantora, Silvana Oliveira. No último dia 18, a assessoria de imprensa da funkeira, a Trigo Press, confirmou que ela desativou as redes sociais após sofrer ataques racistas e homofóbicos mais uma vez, e informou que as postagens com esse cunho seriam documentadas e encaminhadas à justiça. No dia seguinte, a bailarina Brunna Gonçalves saiu em defesa da esposa: “Vocês não tem noção de como eu fico vendo ela triste! Isso tem que acabar! RACISMO É CRIME CARALHO! PAREM COM ISSO!! ESTAMOS COM VOCÊ LUDMILLA”, escreveu. “Não temos um dia de paz, todo santo dia ela é atacada por nada! Vocês vão pagar por tudo isso! Racistas não passarão”, continuou.





Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui