Lana Del Rey anuncia novo álbum em texto que rebate críticas de ‘romantizar abuso’

20

Em texto no Instagram nesta quinta-feira (21), Lana Del Rey rebateu críticas e anunciou o lançamento de um novo álbum, intitulado “White Hot Forever”, para 5 de setembro.

Citando artistas femininas, a cantora criticou quem a acusa de glamorizar relações abusivas. “Uma pergunta para a cultura: agora que Doja Cat, Ariana, Camila [Cabello], Cardi B, Kehlani, Nicki Minaj e Beyoncé chegaram ao topo das paradas cantando sobre ser sexy, ficar sem roupa, transar, trair, etc — será que eu posso voltar a cantar sobre apreciar o próprio corpo, se sentir linda por estar apaixonada, mesmo que seja um relacionamento imperfeito, dançar por dinheiro, ou o que quer que seja, sem ser crucificada e acusada de glamorizar abuso?”, escreveu ela.

“Eu estou cansada de escritoras mulheres e cantoras alternativas dizendo que eu glamourizo o abuso, sendo que na verdade eu sou apenas uma pessoa glamourosa que canta sobre as realidades de relacionamentos abusivos — que, como estamos percebendo agora, são muito prevalentes na sociedade”, continuou.

Em outro momento do texto, Lana afirmou que não é uma anti-feminista”. “Precisa haver um lugar no feminismo para mulheres que se parecem comigo e agem como eu. Sou o tipo de mulher que diz ‘não’ e os homens ouvem ‘sim’. O tipo de mulher que é abusada sem piedade por agir de forma autêntica e delicada. Sou o tipo de mulher que tem sua história silenciada por mulheres mais fortes, ou por homens que odeiam mulheres”, completou.

Leia o texto na íntegra:



Fonte: Jovem Pan