Kim Kardashian faz acordo e pagará US$ US$ 1,26 milhão após acusações de promoção indevida de criptomoeda | Pop & Arte

Segundo o jornal The New York Times, o advogado de Kim Kardashian informou que sua cliente está “satisfeita por ter resolvido o caso com a SEC” e que o acordo permita que ela siga em frente com seus negócios.

De acordo com um processo aberto contra a empresária em 7 de janeiro, Kardashian não deixar claro que ela havia recebido US$ 250 mil (R$ 1,3 milhão) para promover a criptomoeda da EthereumMax.

A ação aberta no tribunal federal de Los Angeles afirmava que celebridades — incluindo Kim Kardashisn — divulgaram tokens vendidos pela empresa EthereumMax, ou EMAX, para impulsionar seu preço e obter lucro “às custas de seus seguidores e investidores”.

A empresária havia promovido a moeda como um produto para bom investimento em sua página oficial no Instagram em junho de 2021

“Vocês gostam de criptomoedas?” escreveu ela na publicação, seguido pelo aviso “este não é um conselho financeiro”, mas que ela queria compartilhar “o que meus amigos acabaram de me dizer” sobre os tokens EthereumMax.

Ela incluiu a hashtag #AD para mostrar que a postagem era um anúncio pago, disse o processo.

Na época, a empresária foi criticada pelo chefe da Financial Conduct Authority (FDA), o órgão regulador financeiro do Reino Unido. Charles Randell disse que Kardashian “pediu a seus 250 milhões de seguidores que especulassem uma criptomoeda” ao promover um anúncio para a empresa.

Randell chamou a moeda de “um token digital especulativo criado um mês antes por desenvolvedores desconhecidos”. Ele ainda acusou influenciadores digitais de alimentar “ilusões de riqueza rápida”.

“Influenciadores das redes sociais são rotineiramente pagos por golpistas para ajudá-los a bombar e descartar novos tokens por causa da pura especulação. Alguns influenciadores promovem moedas que simplesmente não existem”, disse ele.

Vestido icônico de Marilyn Monroe usado por Kim Kardashian aparece danificado

Vestido icônico de Marilyn Monroe usado por Kim Kardashian aparece danificado

Fonte: Pop & Arte