Jade Picon se emociona com fim de ‘Travessia’ e diz que aprendeu com críticas: ‘Tenho muito para melhorar’

Influenciadora desabafou sobre rotina na novela após término das gravações e deu a entender que seguirá como atriz: ‘Vou estudar para os próximos trabalhos’

Reprodução/Instagram/@jadepiconJade Picon chora no cenário de Travessia
Jade Picon interpretou Chiara na novela de Gloria Perez

A influenciadora Jade Picon fez um desabafo sobre o início de sua carreira de atriz. Nas redes sociais, a ex-BBB mostrou o seu último dia de gravação da novela “Travessia”, de Gloria Perez, na qual interpretou Chiara. Ela relembrou a trajetória como par de Chay Suede e as críticas que recebeu pelo primeiro trabalho no ramo. “Estou muito feliz e contente com tudo. Mais feliz ainda por sentir que, nessa reta final, meu esforço e empenho estão transparecendo, estão dando resultados. É muito louco, eu parei minha vida para isso. Era um sonho meu, foi muito difícil por um tempo”, revelou. “Vocês acompanharam o quanto fui criticada, 100% inexperiente. Tive que ter comigo a empatia que muita gente não teve. Se estou aqui hoje, falando que estou feliz e contente, é por isso, tive resiliência por muito tempo. Dei razão às críticas, o que podia fazer para melhorar. Aí que mora a diferença entre um ataque e uma crítica. Você saber ler e tirar proveito disso é a melhor coisa que pode fazer. Foi o que tentei. Tenho muita coisa para melhorar, muita coisa que tenho que estudar”, pontuou.

Jade contou que sempre sonhou com a atuação, mas que revê a sua trajetória com surpresa. “Veio essa oportunidade única na minha vida, eu não ia deixar passar. Atravessei, quanta coisa aconteceu de lá para cá. Estou muito feliz de ter realizado esse sonho. Que seja o primeiro trabalho de muitos, me apaixonei pela profissão”, contou. Ainda não há a confirmação de Picon para novos projetos na Rede Globo, mas ela deu a entender que continuará estudando para aprimorar a atuação. “Às vezes olho para tudo e penso se fui corajosa ou maluca. Agarrei a oportunidade e não deixei passar. Oportunidades na vida você pode não estar preparado, mas às vezes não volta. Você tem que ir com medo mesmo. Eu sou assim: quando vejo algo, vou independente e inconsequentemente. Vou lá e faço. Agora vou estudar para os próximos trabalhos, mas o resumo é que deu tudo certo”, concluiu.



Fonte: Jovem Pan