Irmã de Paulo Gustavo manda recado a Mônica Martelli após festa de Marina Ruy Barbosa

0
69


Juliana Amaral demostrou apoio à atriz compartilhando frase que diz que todos estão sujeitos a errar

Reprodução/Instagram/monicamartelli/07.07.2021Mônica Martelli foi criticada por participar da festa de Marina Ruy Barbosa

Juliana Amaral, irmã do ator Paulo Gustavo, postou uma mensagem de apoio à atriz Mônica Martelli, que foi muito criticada nas redes sociais após aparecer em uma foto tirada na festa de aniversário da também atriz Marina Ruy Barbosa, que aconteceu no último fim de semana. A irmã do criador do fenômeno “Minha Mãe é Uma Peça” postou nos stories do Instagram uma frase de Chico Xavier que diz: “A melhor maneira de aprender a desculpar os erros alheios é reconhecer que também somos humanos, capazes de errar talvez ainda mais desastradamente que os outros”. Juliana ainda acrescentou: “Te amo, Mônica”. Paulo Gustavo morreu no dia 4 de maio, aos 42 anos, após ter complicações relacionadas à Covid-19. Desde então, Mônica, que era uma grande amiga do artista, tem criticado o atual governo pela demora na vacinação e também as pessoas que não estão seguindo as medidas de isolamento social para conter a pandemia.

No dia 19 de junho, a atriz postou uma foto na Avenida Paulista, em São Paulo, em um protesto contra o presidente Jair Bolsonaro. “Transforme sua indignação em luta”, dizia a faixa segurada pela atriz. Em nota enviada à Jovem Pan, Mônica disse que não deveria ter ido à festa de Marina Ruy Barbosa. “Errei. Fui parabenizar uma amiga, em uma reunião prevista para poucos convidados. Fui testada para entrar na propriedade e fiquei num campo aberto, na companhia do meu namorado. Estou vacinada. Fiz fotos com algumas pessoas que também estavam testadas. Não é uma justificativa. É de fato uma explicação do ocorrido e um pedido de desculpas. Neste momento delicado, é necessário me desculpar, inclusive pelo que faço na minha vida pessoal, pois sei meu papel como artista e cidadã. Estamos na luta e no luto diários, então o que qualquer um de nós faz, impacta na vida de todos. Minha dor, revolta e dedicação por vacinas e saúde para todos segue inabalável. Não é o momento de reuniões e aceito todas as críticas direcionadas a mim.”





Fonte: Jovem Pan