Fátima Bernardes fala sobre carreata promovida por Bolsonaro: ‘Falta de empatia’

0
18


Apresentadora disse que não está sendo partidária, mas solidária aos que perderam a vida na pandemia

Reprodução/Globo/Instagram/fatimabernardes/24.05.2021Fátima Bernardes fez um post nas redes sociais sobre carreata feita por Bolsonaro

A apresentadora Fátima Bernardes criticou o presidente Jair Bolsonaro por convocar apoiadores para uma carreata de moto pelas ruas do Rio de Janeiro no último domingo, 23. Bolsonaro reuniu um grande de pessoas na Barra da Tijuca, sendo que várias não estavam usando máscara de proteção facial. A apresentadora do “Encontro” se opôs a aglomeração causada pelo governante em meio à pandemia da Covid-19. “Essa postagem não é partidária. É solidária. Meu carinho e meu respeito à dor de quase quinhentas mil famílias que perderam seus amores nessa pandemia. Vocês não estão sozinhos. Hoje [domingo], diante dessa manifestação festiva que aconteceu o Rio de Janeiro, a minha cidade, são muitas pessoas – como eu – sem entender o motivo da comemoração, a falta de empatia. São muitos os que estão perplexos, tristes e até com vergonha. A falta de humanidade também dói e também mata”, escreveu Fátima em um post no Instagram. O presidente discursou para os apoiadores após a carreata e voltou a criticar as medidas de restrição adotadas por governadores. “Sem qualquer comprovação científica, decretaram lockdown. Hoje, vocês já sabem o que é uma democracia e o que é uma tentativa, um início de uma ditadura patrocinada por esses governadores”, afirmou Bolsonaro.

A publicação de Fátima, que raramente comenta sobre questões políticas, foi bem recebidas por diversos artistas. “Obrigada, Fátima”, escreveu a atriz Alice Wegmann. “Fátima, obrigado pela sua postura. O Brasil agradece. Quem se cala é cúmplice! Atenção, para todas as outras pessoas: mesmo tomando todos os cuidados, é possível ser infectado pela Covid-19. Mas se você não se cuidar, as chances de se infectar aumentam assustadoramente”, disse o ator Antonio Calloni. “Obrigado, Fátima. Estou muito triste. Perdi meu melhor amigo de infância. Essa mistura de politica x saúde é insana. Uma briga inacreditável num lugar que jamais deveria existir polos opostos”, expôs o ator Carmo Dalla Vecchia. “Muito triste. Estou exausta. Qualquer pessoa com o mínimo de informação, empatia e solidariedade está angustiada com esse momento. E se posicionar politicamente em meio a tantos absurdos não pode ser ruim. Você pode não ser partidária e ter um posicionamento responsável diante do que é inadmissível e desumano. Obrigada, Fatima”, comentou a atriz Juliana Alves.





Fonte: Jovem Pan