Duda Reis detona a Record por colocar Nego do Borel em ‘A Fazenda 13’: ‘Silencia a mulher’

0
21


Atriz disse que a emissora manipula o reality e aconselhou o cantor a não consumir bebida alcóolica

Reprodução/Record/21.09.2021Nego do Borel disse que entrou em ‘A Fazenda 13’ para limpar sua imagem

A atriz Duda Reis fez um desabafo nas redes sociais e não poupou críticas a Record por ter convidado o cantor Nego do Borel para participar de “A Fazenda 13”. Assim que foi anunciado no “Hoje em Dia” que estaria no reality, o artista falou que queria mudar sua imagem e citou como exemplo Biel e Lipe, que participaram da edição passada da atração para se livrarem da fama de “boy lixo”. Nego do Borel é acusado de violência doméstica por Duda Reis e outras ex-namoradas e o caso ainda corre na Justiça. “Tem gente que não sustenta o personagem nem com 10 minutos de confronte ou conversa. O pior é quem compra a pose de ‘pobre coitado’, ‘excluído’, ‘injustiçado’, ‘bom moço’… me poupe! Impressionante como querem enfiar goela abaixo uma imagem de ‘vítima’ para o agressor. Machismo puro”, escreveu Duda no Twitter.

Durante seu desabafo, Duda acusou a Record de dar visibilidade a um agressor. “É revoltante ver um cara que bate em mulher sendo enaltecido! Se em câmeras você já vê que o comportamento é agressivo, imaginem em casa e convivendo de fato. Gente, mulheres morrem todos os dias por causa desse silenciamento. Essa emissora silencia a mulher, não é normal”, postou. “Eu tenho todo o meu direito, assim como qualquer vítima de violência doméstica, de ficar apavorada com as pessoas que querem reverter a imagem de um agressor. Como colocam um homem com três denúncias de três mulheres rolando na justiça, na televisão?”, questionou.

Ao falar o que pensa da emissora, Duda deixou claro que não tem receio das consequências. “A mulher denuncia, fica fodida psicologicamente, passa por várias perícias, extremamente revitimizada, enquanto o agressor vai para reality mostrar que é ‘uma perda de tempo a mulher denunciar’? Porra! Me poupe Record, eu falo mesmo!!! Não tenho um pingo de medo peitar o que vier”, afirmou. “Esqueci que a emissora manipula (risos)… se bobear já até o aconselharam a não beber e a começar a pregar sobre Jesus Cristo lá, o bispo deve ficar orgulhoso. Também devem ter pedido para ele se excluir e chorar olhando para as câmeras. Passadores de pano, silenciadores de mulheres! Superar uma relação normal é diferente de superar violência doméstica e abuso psicológico! Não vou ser silenciada, são os meus direitos, as minhas dores, minhas cicatrizes enormes!!! Não façam isso com a mulher, poderia ser sua filha”, finalizou.





Fonte: Jovem Pan