Conrado e Sorvetão viram alvo de críticas por vídeo de Dia dos Namorados: ‘Casal hétero, cristão e tradicional’

0
26


Após repercussão negativa, cantor explicou que não queria ofender ninguém com a gravação; ‘Como posso ser homofóbico se fiz fotos para uma revista voltada ao público gay?’, questionou

Imagem: Reprodução/Instagram: @andreasorvetaooficialPara a maioria dos seguidores, a gravação que reafirma a heterossexualidade de Conrado e Sorvetão desrespeita outros casais

No Dia dos Namorados, Andréa Sorvetão e Conrado publicaram um vídeo nas redes sociais pedindo o patrocínio de marcas destacando o fato de que são um “casal hétero, cristão e tradicional“. Em pouco tempo, eles viraram alvo de críticas pela postagem. Para a maioria dos seguidores, a gravação desrespeita outros casais ao reafirmar a heterossexualidade de Conrado e Sorvetão. Por exemplo, um dos internautas comentou: “Que preconceituosos. Será que vocês se acham melhores do que os outros por serem héteros?”. Após a repercussão negativa, o cantor gravou outro vídeo para esclarecer que a intenção não era ofender ninguém.

“Parece que nossa fala foi entendida como ironia. Estávamos tentando chamar a atenção de empresas para que nos patrocinassem, como quem diz: ‘Nós, que somos héteros, cristãos e tradicionais, podemos trabalhar também?’. Pelo visto, a resposta foi “não”. Com todo o respeito à classe LGBTQIA+, a intenção não foi ofendê-los. O tom da ironia foi direcionado às empresas. Estou fazendo este vídeo sozinho porque a Andréa não tem condição, está abalada, sem sequer conseguir levantar da cama”, disse Conrado. Ele ainda analisou que as críticas não fazem sentido e que não pode ser taxado como homofóbico porque “já tirou fotos para uma revista masculina”. “Eu fiz a G Magazine. Como sou homofóbico se eu já fiz fotos para uma revista voltada ao público gay? Como é que eu posso ser homofóbico? Não coloque esse título em mim, ou na minha família. A nossa carreira é limpa. Eu não tenho culpa de ter constituído uma família hétero, cristã, tradicional, porque eu fiz um trabalho artístico. Ou isso não é visto como arte para vocês?”, questionou.





Fonte: Jovem Pan