Com EUA ainda em meio a pandemia, Universal Orlando reabrirá em 5 de junho

6

Fechado desde meados de março em virtude da pandemia do coronavírus, o Universal Orlando Resort reabrirá as portas ao público no dia 5 de junho. O plano de reabertura foi aprovado na quinta-feira, 21, pela prefeitura de Orange County – condado da Flória que inclui Orlando. O complexo é o primeiro dos parques temáticos americanos a anunciar uma data de retorno.

No primeiro dia do mês, os parques receberão apenas funcionários. Entre os dias 3 e 4, convidados e alguns frequentadores assíduos com passe anual visitarão a atração como um teste para garantir que as normas estabelecidas funcionem. Se tudo sair como o planejado, o retorno do público geral acontece no dia 5, mas com a capacidade reduzida para evitar aglomerações.

Como a pandemia afeta crianças e adolescentes, a delação que ameaça Witzel e mais. Leia na edição da semanaReprodução/VEJA

Para entrar no complexo, os visitantes terão de passar pelo crivo do termômetro, além de estar munidos de máscara e estacionar seu próprio carro, já que o serviço de manobristas está suspenso. Lá dentro, a distância de segurança será indicada por sinais no chão. Áreas de interação social, como os parquinhos destinados às crianças, seguirão fechadas, e não haverá os famosos meet-and-greets depois das apresentações. As regras se estendem ainda para os restaurantes, que terão de adotar menus descartáveis e incentivar os clientes a usar outras formas de pagamento que não as cédulas em papel – apesar destas ainda serem aceitas.

As regras seguem a mesma linha adotada na reabertura da Disney de Xangai, que voltou a receber o público há 10 dias. Embora as medidas sejam praticamente as mesmas, a situação dos locais em relação à pandemia são distintas. No momento da reabertura em Xangai, a China não registrava mortes por coronavírus havia três semanas e contabilizava apenas doze casos da doença nas duas semanas que antecederam o retorno. Já a Flórida registrou um aumento de 1 204 casos nas últimas 24 horas, segundo o último relatório oficial.

Continua após a publicidade

Na última semana, além da Universal, a Disney também foi autorizada pelo governo da Flórida a submeter ao comitê de recuperação econômica local os seus planos de reabertura, mas ainda não há mais informações sobre a volta dos complexos da empresa em Orlando.


Fonte: Jovem Pan