Cercada de protocolos, cerimônia do Oscar terá palcos espalhados pelo mundo

0
11


Tapete vermelho, horário de Brasília, e vai acontecer ao ar livre na Union Station, em Los Angeles.; a cerimônia, em si, terá bases na Europa, em Londres e Paris, começando a transmissão a partir das 21h

EFE/EPA/Chris Pizzello / POOLO tapete vermelho acontecerá na livre na Union Station, em Los Angeles

A 93ª edição do Oscar acontece nesse domingo, 25,  e, por conta da pandemia da Covid-19, segue cheia de detalhes para respeitar as normas sanitárias e evitar aglomerações. Vários detalhes só serão conhecidos na hora da cerimônia, no entanto, é possível adiantar algumas características. O tapete vermelho, tradicional desfile de chegada dos famosos hollywoodianos, começa às 19h30, horário de Brasília, e vai acontecer ao ar livre na Union Station, em Los Angeles. A cerimônia, em si, terá bases na Europa, em Londres e Paris, começando a transmissão a partir das 21h. A mudança geográfica se dá para que todos os indicados possam participar, devido às restrições de viagens.

Os indicados poderão levar apenas um acompanhante. Assim, todo o staff de empresários, assessores e maquiadores, por exemplo, foi vetado. A festa não terá apresentador único, mas sim 15 nomes famosos do cinema, passando por Brad Pitt a Harrison Ford. As famosas apresentações dos indicados a melhor canção original serão feitas do terraço do Museu do Oscar, antes da premiação. Uma das canções virá direto de Husavik, na Islândia. Em tempos diferentes e pandêmicos, tudo passa por necessárias adaptações, mas não significa parar, afinal, como se diz no mundo artístico: o show não pode parar.

*Com informações do repórter Fernando Martins





Fonte: Jovem Pan