Atriz que viveu Chiquinha em ‘Chaves’ diz ser dona dos direitos da personagem

0
63

Maria Antonieta de las Nieves, atriz que interpretou a personagem Chiquinha em “Chaves“, falou sobre a questão envolvendo os direitos de exibição do programa, que era exibido pelo SBT e Multishow no Brasil e saiu do ar no mês de agosto. “Eu não tenho visto o filho do Roberto Gomes Bolaños. O que posso te dizer é que temos que nos falar, porque os direitos da Chiquinha são meus”, afirmou em entrevista ao programa “A Tarde É Sua”, da RedeTV, na segunda-feira (17/08).

“Se eles quiserem vender a série a alguma parte do mundo sem meu consentimento, não poderão usar a Chiquinha. Ou falam antes comigo para ver como eu vou passar os direitos da personagem. Eu estou com toda disposição para ajudar”, disse. “Para mim é muito importante que o programa siga com a Chiquinha, que os desenhos sigam com a Chiquinha. Ouvi dizer que querem fazer um filme com a Chiquinha. Não pode haver protagonismo sem a antagonista. E eu sou a antagonista do programa”, concluiu.

Criada por Roberto Bolaños em 1970 e com o último capítulo gravado em janeiro de 1980, o “Chaves” saiu do ar no Brasil em 1º de agosto porque, segundo a imprensa mexicana, a família do ator e o canal Televisa não chegaram a um acordo sobre os direitos. “Embora estejamos tristes pela decisão, minha família e eu esperamos que Chaves esteja em breve nas telas do mundo. Continuaremos insistindo e estou certo de que conseguiremos”, escreveu Roberto Gómez Ferán, filho do ator, no Twitter.

Já Graciela Gómez, filha de Bolaños, postou: “É uma pena que quem mais se beneficiou dos programas de Chaves afirme hoje que não valem mais nada. Aos seus filhos nos deixou sua cultura, seu amor, seu exemplo, seu estilo. Essa riqueza não pode ser quantificada. Os interesses econômicos não estão na família”.

Florinda Meza, intérprete da personagem Dona Florinda no programa e viúva do ator, morto em 2014 aos 85 anos, lamentou a decisão, fazendo alusão aos momentos difíceis que o mundo vive com a pandemia da Covid-19. “O que eu acho de pararem de transmitir Chaves? Embora não tenha nada a ver porque inexplicavelmente não fui convocada para as negociações, acho que justo agora, quando o mundo mais precisa de diversão, fazer isto é uma agressão às pessoas”, escreveu em sua conta na rede social.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui