Após ser acusado de canibalismo, Armie Hammer é investigado por estupro

0
12


Jovem de 24 anos disse que foi violentada por mais de 4 horas pelo ator e afirmou que ele bateu a cabeça dela na parede várias vezes; o advogado do artista negas as acusações

Reprodução/Vanity FairArmie Hammer está sendo investigado pela polícia de Los Angeles

As polêmicas envolvendo o ator Armie Hammer, conhecido por protagonizar o filme “Me Chame Pelo seu Nome”, não param de crescer e, após ser acusado de canibalismo, ele está sendo investigado pela polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, por abuso sexual. As acusações a princípio foram feitas de forma anônima nas redes sociais, mas a suposta vítima, uma mulher que se identificou apenas como Effie, decidiu se expor na mídia e, em uma coletiva de imprensa com sua advogada, Gloria Allred, ela acusou o astro de Hollywood de estupro e abuso físico durante um relacionamento que teria durado de 2016 a 2020. “Achei que eu fosse me matar”, disse Effie chorando. “Em 24 de abril de 2017, Armie Hammer me estuprou violentamente por mais de quatro horas em Los Angeles, durante as quais ele bateu repetidamente minha cabeça contra a parede, machucando meu rosto. Ele também cometeu outros atos de violência contra mim, sem meu consentimento”, acrescentou.

O advogado do ator, Andrew Brettler, negou as declarações de Effie e divulgou um print de uma conversa que Armie teria tido com a suposta vítima na tentativa de comprovar que seu cliente é inocente e era ela quem procurava pelo artista para realizar fantasias sexuais. O print mostra que o ator não queria manter esse tipo de relacionamento com Effie. “Nunca foi intenção do Sr. Hammer envergonhar ou expor fetiches ou desejos sexuais pervertidos [de Effie], mas agora ela levou este assunto a outro nível ao contratar uma advogada e fazer uma coletiva de imprensa. Com a verdade do seu lado, o Sr. Hammer terá à oportunidade de esclarecer as coisas”, afirmou o advogado, conforme divulgado pela Variety. Mesmo Andrew afirmando que seu cliente sempre teve relações sexuais consensuais com suas parceiras, o Departamento de Polícia de Los Angeles confirmou que o ator é alvo de uma investigação.

Effie tem 24 anos e mora na Europa e, desde que veio à público, especula-se que ela pode ser a pessoa por trás da conta do Instagram “House of Effie”, que foi a primeira a começar a divulgar prints de supostas conversas comprometedoras de Armie. Durante a coletiva, a advogada de Effie não quis comentar se sua cliente criou esse perfil. Segundo a jovem, ela conheceu o ator em 2016 pelo Facebook e “se apaixonou por ele instantaneamente”. O relacionamento teria progredido rapidamente e, olhando para trás, ela disse que percebeu que o artista usou “táticas claras de manipulação” para abusar dela mentalmente, emocionalmente e sexualmente. “Ele costumava testar minha devoção a ele”, disse Effie, acrescentando que o astro foi se tornando cada vez mais violento com o tempo.





Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui