Após lançar primeiro álbum, Juliette é acusada de plagiar títulos de músicas de banda goiana

0
15


Grupo de indie rock Boogarins reclamou da ex-BBB no Twitter, fez algumas publicações recheadas de ironias, mas não informou se vai à Justiça

Juliette lançou um EP com seis músicas na quinta-feira

Vencedora do “BBB 21”, Juliette Freire se tornou um fenômeno de popularidade ainda dentro do confinamento. Suas interpretações dentro da casa encantaram produtores musicais, e a carreira na indústria fonográfica virou um caminho natural para a maquiadora. Na última quinta-feira, 2, um EP com seis faixas inaugurou a carreira de Juliette com o microfone, mas, além das críticas, ela também terá de enfrentar uma acusação de plágio. Três canções do disco levam o mesmo nome de títulos banda de rock goiana Boogarins: “Doce”, “Sei Lá” e “Benzin”.  O assunto começou com os fãs da Boogarins, espalhou nas redes sociais e foi compartilhado pelo grupo, com a legenda “Absurdo”. O perfil oficial dos roqueiros também compartilhou outros deboches, como o vídeo de Anitta, produtora do álbum, falando sobre a inspiração para o projeto, e uma “cutucada” dizendo que o vocalista da banda iria para o “BBB 22”.

“Juliette maior fã de Boogarins do Brasil”, disse um seguidor. “Um pouco decepcionado com o EP da Juliette, pois realmente pensei que ela iria fazer versões das músicas do Boogarins”, brincou um fã. Aqueles que gostam da banda estão agradecendo Juliette por impulsionar o indie rock brasileiro. “Falei com o Dinho, vocalista do Boogarins, e podemos notar que é isso mesmo, gostem ou não, Juliette segue alavancando o indie rock brasileiro”, comemorou uma seguidora, em tom irônico. A banda não informou se procurará a Justiça. A assessoria de Juliette Freire não se pronunciou.

*Com informação do Estadão Conteúdo





Fonte: Jovem Pan